Indústria do Centro-Oeste detém o melhor faturamento de MG

Pablo Santos

 As indústrias do Centro-Oeste faturaram mais em comparação com as outras regiões de Minas Gerais. A conclusão é de um levantamento mensal da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) confirmando acréscimo de quase 10% nos últimos 12 meses.

De acordo com os dados da Fiemg, o faturamento das empresas do Centro-Oeste é positivo nos quatro cenários analisados. Nos últimos 12 meses, as vendas avançaram 9,8%, quando se compara com o mesmo período do ano passado.

 

Em outro cenário, as vendas cresceram 10,9% de setembro para outubro do ano passado. Numa outra comparação de outubro de 2017 para o mesmo período de 2016 a alta era 3,4%. Já no acumulado de janeiro a outubro, as empresas da região tiveram faturamento 7,9%, em relação igual período do ano passado.

12 meses

No acumulado de 12 meses, as empresas do Centro-Oeste estão bem à frente da média mineira. Com acréscimo de 9,8% nos últimos 12 meses no faturamento, a região superou de longe o Triângulo Mineiro com 5%.

A Zona da Mata registrou alta de 1,5% e a região Leste ficou empatada. A Região Sul assinalou o pior resultado chegando a decréscimo: 4,5%.

Em Minas Gerais, a queda do faturamento em 12 meses foi de 0,9%.  No geral, apesar do declínio das vendas, os números na média geral começam a ter cenário melhor.

 

— Em outubro, o faturamento real cresceu pelo segundo mês consecutivo e registrou aumento de 0,5%, retirados os efeitos sazonais. Na comparação com o mesmo mês do ano passado, houve forte acréscimo no indicador (13,2%), influenciado pelo melhor desempenho da indústria extrativa e do setor automotivo. De janeiro a outubro, o índice foi 0,9% maior que nos mesmos meses de 2016. Nos últimos quatro anos, esse foi o primeiro resultado positivo para o período — afirmou o relatório da Fiemg.

Comentários
×