Inaugurado programa Saúde na Hora na ESF do Sagrada Família/Santa Lúcia

Projeto amplia horário de funcionamento da unidade

 

Da Redação

O governo municipal inaugurou, nesta semana, a implementação do programa Saúde na Hora em mais uma unidade de saúde, a Estratégia Saúde da Família (ESF) Sagrada Família/Santa Lúcia. O programa é uma estratégia ofertada pelo Ministério da Saúde, que visa ampliar a oferta de serviços de saúde em horário estendido, buscando aliviar a demanda dos serviços de urgência e hospitais. 

O horário da ESF, antes do programa, era das 7h às 17h. Agora, com a implantação do Saúde na Hora, será das 7h às 22h. Essa estratégia visa oferecer para a população trabalhadora mais tempo para realizar o acompanhamento à saúde.

 

Melhoria

Durante a cerimônia de inauguração, o prefeito Gleidson Azevedo destacou que cuidar da saúde da população é o compromisso dessa gestão. 

— Com a implantação desse programa, visamos desafogar a UPA e os hospitais, tratando a população na assistência primária — comentou.

Para o secretário de Saúde, Alan Rodrigo, esse programa ampliará a assistência à saúde. 

— Nosso município sofre muito com a dependência da UPA, que vive em sobrecarga, por isso é tão importante esse horário estendido, para ampliar o acesso à assistência primária — reforçou.

A diretora da Atenção Primária, Daniela Dias, lembrou que a implantação do programa dará mais acessibilidade aos usuários. 

— O programa Saúde na Hora vem com esse propósito de oferecer acessibilidade para a população em horário estendido — ressaltou.

 

Ampliação.

De acordo com o diretor de Regulação de Saúde, Érico Souki, o programa trará muitos benefícios para a população. 

— No mês passado, fizemos aproximadamente 1.074 mamografias, exame que, no ano passado, foram feitos apenas 324. Esse é um exemplo do quanto estamos empenhados em oferecer assistência à população — exemplificou.

Segundo o gerente da ESF Sagrada Família/ESF Santa Lúcia, Fernando Divino, a equipe está animada com a implantação do programa. 

— Vamos dar o nosso melhor para oferecer para a população uma assistência de qualidade — afirmou.

De acordo com a moradora e presidente do bairro, Zélia Teodoro, o programa será muito benéfico para o bairro. 

— Esse programa ajudará muito as pessoas que trabalham e que não podem procurar tratamento no horário de trabalho, além de ajudar a diminuir a demanda da UPA. Antes da implantação desse programa, os moradores que trabalhavam procuravam a UPA por causa do horário estendido, agora eles poderão procurar o posto e receber assistência de forma rápida — disse. 

Comentários
×