Inaugurado espaço de atendimento psicológico para adolescentes em Nova Serrana

Da Redação

Nova Serrana passou a contar desde a última quinta-feira, 19, com o núcleo psicossocial infantojuvenil “Sim, vale e pena viver”. A iniciativa fará acolhida e tratamento com psicólogos, assistente social e psiquiatra ambulatorial a jovens e adolescentes com comportamento autolesivo.

— Não tem obra maior do que uma vida de uma criança, de um jovem, de um adolescente, de uma pessoa. É muito gratificante estar aqui hoje e ser a primeira cidade do interior, e quem sabe do estado, a criar um projeto assim, que vai salvar muitas vidas — disse o prefeito Euzébio Lago (MDB).

Projeto

Membros das secretarias de Saúde, Educação, Desenvolvimento Social e de entidades como Cras, Creas, Conselho Tutelar, Faculdade de Nova Serrana (Fans), entre outros, se reuniram em julho deste ano para apresentar ao prefeito o projeto de criação do serviço de tratamento de adolescentes com comportamento autolesivos.

O problema foi identificado por meio de relatórios fornecidos por diretores de escolas ao Centro de Referência e Apoio a Educação Inclusiva (Craei), que apresentou a preocupante situação de saúde pública. Foram observados 150 casos de crianças/adolescentes praticantes de violência autoprovocada em 13 escolas.

Realidade

O projeto visa fortalecer as ações já praticadas na cidade, constantes da Lei 13.819/2018, que institui a Política Nacional de Prevenção da Automutilação e do Suicídio. Objetiva-se trabalhar em duas frentes: tratamento e prevenção, uma vez que não é possível tratar o adolescente sem implicação da família.  

Autoridades participaram da solenidade de inauguração (Foto: Divulgação)

Comentários
×