Importações em Divinópolis crescem e alcançam 2º melhor desempenho da história

 

Pablo Santos

As importações cresceram 13,31% na cidade em 2018, quando se compara com o exercício anterior. Os dados são Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDCI) confirmam o segundo melhor resultado da história.

Conforme os dados do MDCI, a entrada de produtos estrangeiros em Divinópolis chegou à cifra de US$ 28,2 milhões no ano passado. No exercício anterior foram US$ 24,9 milhões, conforme os dados do governo federal.

O desempenho de 2018 foi o segundo melhor da história para as importações perdendo apenas para os US$ 31,2 milhões de 2014, até agora o maior faturamento.

China e Paraguai são os maiores parceiros comerciais de Divinópolis. O país asiático faturou 50% dos US$ 28,2 milhões importados e os paraguaios enviaram 32%, de acordo com o MDCI.

O arroz foi o principal item importado por Divinópolis no ano passado. Dos US$ 28,2 milhões faturados, o grão responde por 32% desse valor.

Já os tecidos representam 30% do total importado por Divinópolis no ano passado. 

Brasil

As vendas externas brasileiras no total de US$ 181,2 bilhões em 2018 representaram um incremento de 19,7% em relação a 2017. O aumento se deu pelo segundo ano consecutivo, após quedas acentuadas de mais de 20% em 2015 e 2016, decorrentes da contração da demanda interna, principalmente da indústria. Em relação ao desempenho dos anos anteriores, o resultado de 2018 supera o registrado em 2015, quando foram importados US$ 171,5 bilhões.

Em 2018, houve aumento de importações em todas as grandes categorias econômicas: bens de capital (US$ 28,6 bilhões, +76,5%); bens intermediários (US$ 104,9 bilhões, +11,6%); bens de consumo (US$ 25,5 bilhões, +9,1%); e combustíveis e lubrificantes (US$ 22,0 bilhões, +24,9%). No ano, as importações foram majoritariamente (85%) compostas por combustíveis, insumos e bens de capital.

 

 

Comentários
×