Hortigranjeiros apresentam recuperação de preços

 

Jorge Guimarães

Os hortigranjeiros tiveram recuperação parcial nos preços em comparativo de agosto e julho, na CeasaMinas. O preço médio do setor, que inclui hortaliças, frutas e ovos, aumentou 3,8% após uma queda de 17,5% no levantamento anterior, julho/junho. Por isso, apesar da alta no mês, a situação ainda pode ser considerada favorável ao consumidor, com várias dicas, a exemplo da batata, cebola, banana prata e maçã nacional.

Outro dado mostra a boa fase de preços para o consumidor, na maioria dos hortigranjeiros, é o comparativo anual. Os produtos desse segmento ficaram, em média, 8,8% mais baratos em relação a agosto de 2017, conforme a Ceasa.

Hortaliças

Dentro do grupo das hortaliças, legumes e verduras, as principais altas de preços, no balanço mensal, foram de produtos mais sensíveis às quedas de temperaturas.

Em alguns casos, fatores ligados à sazonalidade também ajudam a explicar os aumentos de preços. Entre as altas, os destaques foram a abobrinha italiana 46,7%; pimentão 34,6%; tomate 16,7%; cenoura 16,7% e quiabo 16,2%.

Já as hortaliças com as maiores quedas de preços foram chuchu -24,2%; repolho -18,2%; cebola -15,1%; abóbora moranga -10,9%; batata -9,9%; couve-flor -6,3%; beterraba -4,6% e alface -4,2%.

Frutas

No grupo das frutas, os produtos que apresentaram os maiores aumentos de preços foram limão tahiti 31,2%; abacate 23%; manga 22%; mamão havaí 21,4%; goiaba 17,2%; laranja-pera 7,2% e melancia 4,1%.

Os destaques das quedas entre as frutas foram melão       -16,8%; maçã nacional -5,8%; morango -4,8%; banana prata -4,1% e uva niágara -3,9%.

A exemplo do grupo das hortaliças, a elevação dos preços dessas frutas é resultado principalmente de problemas climáticos em regiões produtoras ou de sazonalidades.

Ovos

Os ovos ficaram 7,9% mais baratos em agosto, sobretudo, por causa do crescimento de 5,6% da quantidade ofertada no entreposto de Contagem.

— Vale lembrar que o segundo semestre é, tradicionalmente, o período mais propício para o consumo da maioria dos hortigranjeiros, em razão de boas ofertas e preços menores. Portanto, a dica é pesquisar e aproveitar para economizar — avalia o gerente de uma loja de supermercados, André de Oliveira.

Preços

Em uma loja de supermercados, ontem,  a banana prata e abóbora hibrida estavam custando a R$ 1,39, a beterraba ou banana caturra R$ 1,79. A banana maça, manga tommy ou mamão havaí estavam com o preço de R$ 2,99 e duas dúzias e meia de ovos, estava saindo a R$ 6,99. A batata continua com bom preço saindo a R$ 0,99. A cebola branca custou R$ 1,79 e o tomate R$ 2,99.

— Sempre passo aqui no início da semana, pego o panfleto de promoção e começo a fazer minha pesquisa — disse a dona de casa Ercilia Campos.

Foto/Jorge Guimarães

Consumidores comemoram a estabilidade dos preços  

Comentários
×