Horário de Verão termina no sábado

 

Jorge Guimarães

A folia acabou e para felicidade geral de boa parte dos brasileiros, neste fim de semana também termina o horário de verão. Assim, os relógios devem ser atrasados em uma hora entre este sábado, 17, e domingo, 18. O antigo horário volta a vigorar para as regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste.

Divinópolis

Os números foram positivos em Divinópolis em anos anteriores. Um exemplo é 2017, ano que a economia gerada no município no período foi de aproximadamente 865 megawatts-hora, o que daria para abastecer uma cidade do porte de São Gonçalo do Pará por cinco dias.   O Agora solicitou da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) os números de 2018, ontem pela manhã. Porém, até o fechamento desta página, por voltas das 17h, as informações não haviam chegado à Redação.

Aceitação

E para a grande maioria da população, o horário tem uma boa aceitação. Através de pesquisas da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em todas as regiões, muita gente aprova o horário. Também foi possível constatar que a maioria percebe que a medida proporciona benefícios para a sociedade, como economia de energia elétrica, o aumento do convívio familiar, bem como o aumento da segurança das pessoas ao permitir o retorno do trabalho antes do anoitecer. 

Mas também tem aqueles que não gostam.

— Há quem critique o horário por alterar o relógio biológico das pessoas. Para elas, a sugestão é adotar no novo horário a mesma rotina do antigo, ou seja, por exemplo, ir para cama às 22h, se este era o horário rotineiro dela — comenta o empresário Paulo Roberto.

Menor duração

E outra boa notícia é que este ano o horário de verão será menor do que o de 2017. Assim, começará em 4 de novembro, um fim de semana após o segundo turno das eleições, marcado para 28 de outubro. A data do fim do horário não foi modificada e continua valendo o terceiro domingo de fevereiro. A alteração foi solicitação do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, para evitar atrasos na apuração dos votos e na divulgação dos resultados do pleito.

O horário de verão já foi alvo de polêmica este ano. O cancelamento da medida chegou a ser discutido após estudos recentes comprovarem que o brasileiro vem mudando os hábitos de consumo de energia, e é o clima que vem determinando o consumo e não mais a incidência da luz.

 

Comentários
×