Horário de verão começa em novembro

Jorge Guimarães

Quando se define a data para o início do horário de Verão, é que se percebe como o ano passou rápido. Faltam três meses apenas para o fim de 2018.

Assim, com a medida que adianta em uma hora o relógio em uma hora, o tempo parece passar mais rápido. O horário de verão é adotado nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste ficando as demais regiões em seu horário normal. 

Data

Normalmente, o horário de verão começa no 3º fim de semana de outubro, mas este ano ele vai começar duas semanas mais tarde, para que a data não coincida com o segundo turno das eleições, em 28 de outubro.

Porém, uma polêmica surgiu em meio a esta mudança. O Ministério da Educação quer mudar a data devido à realização do Enem. E, se não houver alteração, o horário de verão deve começar no dia 4 de novembro e terminar em 16 de fevereiro do próximo ano.

Divinópolis

Os números sempre foram positivos na cidade em anos anteriores. Em 2017, a economia gerada no município no período do horário de verão foi de aproximadamente 865 megawatts-hora, o que daria para abastecer uma cidade do porte de São Gonçalo do Pará por cinco dias.   

Aceitação

Para a grande maioria da população, o horário tem uma boa aceitação. Através de pesquisas da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em todas as regiões, a grande maioria da população aprova a mudança.

Também foi possível constatar que a maior parte da população percebe que a medida proporciona benefícios para a sociedade, como economia de energia elétrica, além de propiciar o aumento do convívio familiar, bem como o aumento da segurança das pessoas ao permitir o retorno do trabalho antes do anoitecer. 

Mas também tem aqueles que não gostam do horário e não vêem o beneficio que ele trás para o país. 

— Há quem critique o horário por alterar o relógio biológico das pessoas, não é o meu caso. Sugiro a elas, adotar no novo horário a mesma rotina do antigo. Por exemplo, ir para cama às 22h, se este era o horário rotineiro — comenta o empresário Paulo Roberto.

Comentários
×