Homem que atacou policial militar é indiciado; comparsas tiveram o mesmo destino por tráfico

Da Redação

A Polícia Civil, delegacia em Nova Serrana, concluiu o inquérito que apurou uma tentativa de homicídio contra um policial militar, além de tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Os crimes ocorreram na “cidade do calçado” no dia 2 de julho.

Na ocasião, três suspeitos foram presos em uma abordagem de rotina contra o tráfico de drogas, e que resultou na apreensão de entorpecentes e uma arma. Durante a ação, um dos abordados, um homem de 38 anos tentou fugir, agredindo fisicamente um dos militares.

O delegado responsável pelas investigações, Davidson Marcos dos Santos, explica que houve dolo na ação praticada contra o agente de segurança.

 — Ao tentar fugir da abordagem, agredindo fisicamente o militar e tentando tomar sua arma, o suspeito atentou não só contra a integridade física, mas também contra a vida da vítima, já que ao não atingir o objetivo, utilizou um tijolo para golpear duas vezes a cabeça do policial — pondera.

Indiciados

Com a conclusão do inquérito, os três suspeitos foram indiciados: um homem de 24 anos, por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo; uma mulher, também de 24, por tráfico de drogas; e um homem, de 38, por tráfico de drogas e tentativa de homicídio qualificado contra o policial militar.

Todos os suspeitos foram levados para a prisão, onde estão à disposição da Justiça.

 

Comentários
×