Hoje é dia de música no Gravatá

Jorge Guimarães

A mineira Gabriela Viegas, natural de Contagem, com 21 anos, acabou de lançar, em julho passado, seu primeiro trabalho de estúdio, intitulado Porvir. O álbum contou com produção musical de Nihil Estúdios.

Hoje, o público divinopolitano vai poder conferir o trabalho de Gabriela. A artista apresentará seu espetáculo de estreia, "Porvir: Barulhando junto aos bichos", a partir das 20h, no Teatro Municipal Usina Gravatá.

O show, que já passou por Belo Horizonte, segue ainda neste mês para Viçosa e Montes Claros. Acompanhada dos seis músicos mineiros que com ela construíram esse álbum, as composições de Gabriela ganham vida e espalham raízes, reverenciando a musicalidade da nossa terra.  Sobem ao palco, com a artista, André Oliva, Caio Bastos, Daniel Martins, Pedro Neves e Tales Theodoro.

Início

Gabriela conta que, na infância, encontrou nas palavras um refúgio acolhedor para alguém como ela, que desde bem pequena já sentia tão intensamente o mundo. As palavras aos poucos se encaminharam para melodias e não demorou até que o amor pela música florisse. Aos 10 anos, já possuía uma banda com composições autorais com direito à matéria de meia página em um jornal local. Desde então, teve a oportunidade de participar de diversos projetos musicais, trabalhando como vocalista em bandas de diferentes gêneros. A jovem compositora busca resgatar através de suas canções a conexão com nossos sentimentos e com a natureza.

—Com o cuidado detalhista de quem conta uma história, o disco foi construído como um convite aos ouvidos atentos para um mergulho na sensibilidade intrínseca de todos os seres. As composições reverenciam a musicalidade da nossa terra e dialogam com a poesia da natureza — afirma.

Os ingressos para a apresentação estão disponíveis para compra antecipada no site www.wayticket.com.br, e também na Boutique do Livro e Arabescko.

 

Comentários
×