Guarani suspende atividades das suas categorias de base

José Carlos de Oliveira

Os riscos de contaminação do Covid-19, o novo coronavírus, atingiu em cheio o futebol do Guarani. No sábado último, 14, na derrota de 4 a 0 para o Democrata de Sete Lagoas, o alvirrubro teve que jogar com os portões do Farião fechados, sem a presença de sua torcida.

Agora, a Federação Mineira de Futebol (FMF) decidiu suspender a disputa dos torneios que promove – Módulo I e Módulo II – por tempo indeterminado, e o Bugre não sabe quando voltará a campo e nem como fazer para manter o time em atividade nas próximas semanas.

Base

Também o departamento de futebol amador do Bugre sofrerá as consequências da propagação do coronavírus. Visando ao bem-estar, à saúde de seus atletas e à tranquilidade de todos, o Guarani decidiu ontem suspender todas as atividades de suas categorias de base e da Escola de Futebol Bugrinho por tempo indeterminado, devido aos acontecimentos que têm abalado a população da cidade, com a propagação do coronavírus.

A diretoria alvirrubra esclarece ainda que foi solicitado, às organizações das competições em andamento, que tomem uma posição quanto à paralisação dos torneios.

— Tudo que está acontecendo é novo e desconhecido para todos, mas até termos respostas mais concretas sobre o assunto, optamos por reforçar a prevenção. Reforçamos ainda o pedido a todos os nossos atletas e pais que tomem os cuidados devidos, seguindo sempre as orientações dos órgãos de saúde — esclareceu a diretoria do Bugre.

Paralisação

Com a suspensão dos jogos do campeonato mineiro em seu Módulo II por tempo indeterminado, o Guarani ainda não sabe quando voltará a campo. Pela tabela, o Bugre jogaria neste sábado, 21, contra o Serranense, na Arena do Calçado, em Nova Serrana.

Ainda no último domingo, 15, quando tomou conhecimento da paralisação do estadual, o presidente Vinícius Morais entrou em contato com o presidente da Federação Mineira de Futebol (FMF), Adriano Aro, solicitando mais esclarecimentos sobre a suspensão do Módulo II.

O dirigente da federação explanou sobre os motivos que levaram à paralisação, esclarecendo que estaria no Rio de Janeiro (na CBF) ontem, para tratar do assunto, e que em seu retorno a Minas Gerais convocaria todos os representantes de clubes para esclarecer sobre tudo que tenha sido determinado.

Reapresentação

Mesmo sem jogo programado para o fim de semana, a agenda de treinos dos jogadores do Guarani segue normal nesta semana. Depois da derrota de sábado para o Democrata Jacaré, todos ganharam o domingo e a manhã de ontem para descanso, com reapresentação à tarde no estádio Waldemar Teixeira de Faria. Aqueles que não jogaram no sábado participaram de um treino técnico, com os demais fazendo trabalhos regenerativos.

Para hoje, pela programação anunciada pela comissão técnica, estão previstos trabalhos em dois períodos no Farião.

Comentários
×