Guarani integra elencos profissional e de base

 

 

José Carlos de Oliveira 

A terceira semana de treinamentos na pré-temporada do Guarani segue em ritmo intenso, com trabalhos diários no estádio Waldemar Teixeira de Faria, o Farião, no bairro Porto Velho.

Há menos de um mês para a estreia no Módulo II do Campeonato Mineiro, o técnico Gian Rodrigues e sua jovem comissão técnica trabalham forte para dar aos jogadores o melhor condicionamento físico e técnico, em condições de suportar toda a temporada.

A primeira partida oficial do Guarani, no estadual, está marcada para o dia 17 de fevereiro, um sábado, às 16h. O Bugre vai enfrentar o Ipatinga, no estádio Ipatingão.

Treinos 

As atividades no Farião foram realizadas apenas na parte da manhã, ontem, com o período da tarde sendo de repouso para os atletas. Para hoje, a programação marca treinos em dois períodos. Pela manhã, às 9h, acontece um trabalho físico técnico, e à tarde, a partir das 16h, Gian Rodrigues, dirige um treino tático técnico, comandando atividades específicas de bola parada.

A preocupação do treinador é corrigir as falhas mostradas pelo time nos dois primeiros jogos-treino do ano, quando a defesa sofreu gols de cabeça, em jogadas de bola parada, nos duelos contra o Cruzeiro e o Atlético. 

Adversário 

A diretoria continua mantendo contatos para encontrar um adversário para um jogo-treino no fim de semana.

A programação prevê um duelo para a manhã de sábado, no Farião, mas até a tarde de ontem, os dirigentes ainda não haviam conseguido um adversário para o confronto.

Testes para base 

O departamento de futebol amador, comandado por Marco Túlio Cordeiro, continua fazendo testes para atletas Sub-14 e Sub-15 na praça de esportes do bairro Mangabeiras.

Mais uma sessão de treinos e nova atividade estão marcada para amanhã, a partir das 8h. Interessados em integrar a base devem comparecer à rua Turmalina, 158, munidos de RG e levando todo o material de treino. 

Valorização 

A nova diretoria trabalha com a valorização de suas categorias de base. O trabalho no clube é iniciado com as crianças da Escola de Futebol Bugrinho, com equipes do Sub-04 ao Sub-12, depois passa com Sub-15 e pelo Sub-17, e este ano incluirá trabalhos com atletas Sub-13 e Sub-14.

Após o Sub-17, com os jogadores em idade de juniores, o Guarani faz um trabalho de acompanhamento e monitoramento dos atletas, buscando oportunidades e parcerias, para que os garotos disputem competições oficiais e possam desenvolver seu potencial.

Jogadores como Jonas Marques e Lucas Rodrigues, que passaram pela base, já integram o elenco profissional. 

Novas ideias 

Para 2018, a diretoria pretende usar outra metodologia no desenvolvimento dos atletas. Com o objetivo de proporcionar aos jovens a convivência com os profissionais, um gruo de atletas passará a treinar com a comissão técnica principal.

Dentro deste pensamento, 11 jovens atletas saídos do Sub-17 trabalham em paralelo com a equipe principal, entre eles o zagueiro Gabriel, o meia Talisson, o lateral João Pedro, o volante Demetrius e o goleiro João Vitor, que já fazem atividades específicas com o grupo principal.

Além dos atletas, o desenvolvimento é voltado também para os profissionais do clube. Os professores da base fazem parte da comissão técnica principal, trabalhando diretamente com o técnico Gian Rodrigues.

 

 

 

Comentários
×