Guarani demite diretor de futebol

Cláudio Adão é descartado como treinador e jogadores também são dispensados; clube emite nota oficial explicando mudanças

José Carlos de Oliveira

Há poucos dias do reinício dos trabalhos no estádio Waldemar Teixeira de Faria, a torcida alvirrubra vive momentos de incerteza com as idas e vindas dentro do clube. A velha máxima de que no futebol uma verdade não dura 24 horas se aplica bem ao que acontece agora nos bastidores do clube mais querido da região Centro-Oeste das Minas Gerais, com a mudança de dois treinadores em pouco menos de uma semana.

Depois de confirmar que Coutinho estava fora dos planos, agora é a vez de Cláudio Adão também ser descartado.

Além do treinador, que não vem mais, o clube demitiu também o diretor executivo de futebol, Carlos Alberto Muniz Júnior, e confirmou que atletas que compunham a lista original divulgada há dias também estão fora dos planos.

Diretor demitido

Além da não vinda de Cláudio Adão a notícia que causou maior surpresa entre os torcedores foi a demissão de um membro da diretoria, o diretor executivo de futebol Carlos Alberto Muniz Júnior, que sai do Guarani (segundo a nota divulgada pelo clube) por “incompatibiidade com as responsabilidades da função”. (veja nota abaixo)

Quem assume agora o cargo é o ex-gerente de futebol, Gilberto Souto, que nem bem foi promovido e já partiu em busca de um treinador. Ele se encontra em Belo Horizonte e garante que nas próximas horas divulga, de forma oficial, o nome do novo comandante do Bugre.

Atletas fora da lista

Além de contratar um novo treinador, Gilberto terá que buscar também atletas para compor o elenco, já que junto com o ex-diretor também ficam fora dos planos da nova diretoria alvirrubra os jogadores Gott (goleiro), Leo Carioca (zagueiro), Leandro Brasília (meia-atacante) e Ivo (atacante).

A nota do Guarani

Comunicacao_desligamento_Diretor_e_Treinador-1.[1]

Comentários
×