Guarani 100%

Batendo Bola

José Carlos de Oliveira

jcqueroviver@hotmail.com.br

Guarani 100%

Os números até o momento são positivos e o time do Roberto Gaúcho está fazendo bem mais do que se esperava dele para este início de trabalho. Num torneio de tiro curto ‒ como é o caso do campeonato do Módulo II, no qual em apenas onze jogos uma equipe pode ir do céu ao inferno ‒, começar vencendo é tudo que qualquer clube almeja. Ao somar seis pontos em apenas duas rodadas, o Guarani acumula uma gordura que pode ser o diferencial lá na frente.

Precisa apoio

Ainda passará muita água debaixo da ponte, e nos outros nove jogos a serem disputados tudo pode acontecer ‒ largar na frente, então, é tudo que todos poderiam querer. Com apenas quatro clubes se credenciando para a segunda fase, continuar entre os primeiros é o alvo neste momento, e tudo tem que ser feito para que isso se torne realidade. 

E o apoio dos verdadeiros torcedores é tudo que o Alvirrubro necessita, pois, se a pressão vier de fora, mais difícil se torna a tarefa de todos no Bugre, a começar pela diretoria e respingando também na comissão técnica e atletas. 

Jogar junto tem que ser a palavra de ordem, e todos, mas todos mesmo, têm que entender essa verdade. Somos todos Guarani, o resto a gente vê depois, pois, afinal, nomes passam, mas o clube é eterno. 

Vai subir

O time ainda tem muito a crescer nas próximas rodadas. E, pelo que apresentou até aqui, essa é mesmo a tendência, com alguns jogadores mostrando, nos jogos que virão, bem mais do já fizeram até aqui. E isso ficou bem claro ao notarmos a postura da equipe em campo, nas duas partidas até aqui realizadas, com todos lutando o tempo inteiro pela vitória.

Treinador

E se alguém está surpreendendo neste início de Módulo II é o comandante do time. Como jogador, todos sabiam do potencial do ex-atacante do Cruzeiro, mas, como treinador, ninguém conhecia seu trabalho. Nos moldes do bom mineiro, ele chegou chegando, de mansinho, comendo pelas beiradas, e já mostrou a que veio. Nas duas vitórias da equipe no estadual, pôde ser visto o dedo do treinador, com substituições certeiras que levaram o Bugre aos triunfos. Querer mais do que foi mostrado até aqui pelo time já seria demais.

 

Vingadoras perto da elite

O time feminino do Atlético colocou um pé e uma das mãos numa das quatro vagas na elite do futebol feminino na próxima temporada. No Brasileiro feminino A-2, as quatro semifinalistas sobem para o torneio A-1 no ano seguinte. 

No fim de semana, no confronto mineiro das quartas de final, as Vingadoras derrotaram o América por 3 a 1 e agora podem até perder a partida de volta por diferença de um gol que mesmo assim estarão nas semifinais e farão companhia ao Cruzeiro na elite em 2022.

Vitória tranquila

No duelo do último sábado, 10, no estádio das Alterosas – Sesc Venda Nova, as Vingadoras jogaram um bom futebol e mostraram por que ainda estão invictas no torneio nacional. A partida de volta está marcada para o próximo sábado, 17, novamente no estádio das Alterosas, às 15h. 

 

Comentários
×