Grupo de Mulheres realiza ações solidárias a pessoas em situação de rua

“Doando Amor” é composto por atletas; elas embarcam em um desafio no próximo sábado

Da Redação

A pandemia do novo coronavírus não só trouxe ao Brasil impactos na área da saúde e economia. As medidas de isolamento social também despertaram a solidariedade em diversos grupos, que, diante da dificuldade de certas parcelas da população, se juntaram para promover ações caritativas em diversas partes do país.

Em Divinópolis, por exemplo, a iniciativa de um grupo de amigas tem chamado a atenção. As oito corredoras decidiram, há mais de três meses, ajudar pessoas em situação de rua com a distribuição de alimentação gratuita. Elas criaram na cidade o projeto “Doando Amor”, que, além da distribuição de alimentos em logradouros públicos da cidade, auxiliou, no início das atividades, na compra de medicamentos e custeio de contas de água e energia para famílias vulneráveis. É o que relembra Renata Rezende, uma das integrantes da ação, que também revela um momento triste vivido por sua família e que trouxe mais ânimo para o projeto.

— A ideia surgiu no auge da pandemia, há cerca de três meses. Algumas de nós já estávamos ajudando algumas pessoas que passavam por situações de dificuldade. Nós ajudamos a pagar conta de luz, custeio de algum tipo de medicamento — explicou Renata.

Com a ideia posta em prática, as mulheres decidiram ampliar a capacidade de doação. Daí veio a ideia de distribuir sopa para pessoas em situação de rua, que sofriam ainda mais por causa das baixas temperaturas do período. Elas também distribuíram alimentação na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Padre Roberto. 

— Já estava muito em cima para a gente fazer uma campanha do agasalho, então tivemos a ideia da sopa. Nós fizemos um dia para testar e deu certo, teve uma saída boa.  Nós fomos muito bem recebidas na UPA, pelas pessoas que estão ali em busca de algum tipo de atendimento. Nós sabemos que muitas pessoas que estão ali, às vezes, não têm condição de comprar um alimento e já estão ali há muitas horas aguardando e com fome. Nós ouvimos lá que éramos anjos por pessoas que estavam há muito tempo sem comer. Isso foi nos enchendo de de força — descreve Renata.

Desafio 

Para ajudar na arrecadação dos alimentos utilizados nas refeições distribuídas, o grupo criou página em redes sociais, em que divulgam o trabalho e pedem doações. 

— Através destas redes sociais e do nosso WhatsApp pessoal, nós publicamos e pedimos doações. A gente bate nas portas de parentes, familiares, amigos e graças a Deus temos sido bastante ajudadas. Para a gente é um sentimento inexplicável. Nós voltamos com uma sensação maravilhosa, de dever cumprido — afirmou.

Mas, além de todo o trabalho solidário, há outras duas dimensões do grupo: o esporte e a religião. Religiosas e atletas, as oito mulheres terão um novo desafio pela frente. É que, no próximo sábado, 21, o “Doando Amor” fará a tradicional romaria à cidade de Leandro Ferreira. A ideia do grupo é que cada quilômetro do percurso seja revertido em um litro de leite, que será direcionado a algumas instituições de Divinópolis e Leandro Ferreira.

— Visto que somos todas corredoras, nos propomos este desafio. Nós somos também muito católicas e fazemos muita oração, por isso a junção destes quesitos.  Vamos até lá caminhando, rezando e nosso objetivo é trocar os quilômetros por litros de leite —  ressaltou Renata.

Segundo o grupo, ainda é possível realizar doações para auxiliar nas ações solidárias. A iniciativa está no Instagram: @doando_amordiv.

 

Comentários
×