Grande p√ļblico prestigia a final da Super Copa Rural

Duelo entre Campista e o time da comunidade de Lava Pés levou centenas de torcedores ao estádio em Ermida

José Carlos de Oliveira

A final da edição 2020 da Super Copa de futebol rural, entre as equipes do Campista e da comunidade de Lava Pés, levou um grande número de espectadores ao estádio de Santo Antônio dos Campos. Mais de 200 torcedores prestigiaram o duelo decisivo, segundo estimativa dos organizadores.

Depois de um empate sem gols no jogo de ida, Campista e Lava Pés entraram em campo no último sábado, 7, buscando a vitória que daria o título, com os dois times jogando um futebol ofensivo e agradável de se assistir. Melhor para a equipe da comunidade de Lava Pés, que não tomou conhecimento do fator campo e derrotou o Campista dentro de seus domínios por 3 tentos a 1 e ficou com a taça de campeão. O nome do jogo foi o camisa 11, Raimundo Aragão, que marcou duas vezes e comandou a vitória do seu time. O outro gol do Lava Pés foi marcado por Florisvaldo de Jesus, com Márcio Paixão descontando para o Campista.

O apito 

A arbitragem foi da Liga Municipal de Desportos de Divinópolis (LMDD). No apito central trabalhou Thiago Costa, que foi auxiliado pelos bandeirinhas Silas Marques Oliveira e Alessandro Pereira.

Medidas de proteção

Uma grande festa foi preparada pelos organizadores para a final no estádio do Campista, com a presença em campo de autoridades, convidados especiais, imprensa e torcedores, que puderam acompanhar a grande decisão com toda a segurança nestes tempos de pandemia.

Para possibilitar a presença da torcida, os organizadores adotaram uma série de medidas para cumprir os protocolos impostos pelas autoridades em saúde como prevenção à covid-19. Na portaria foi colocado um medidor de temperatura e todos que foram ao jogo tiveram álcool em gel para se prevenir.

A competição

Somente puderam ser inscritos pelos oito times que disputaram a Super Copa Rural desde a sua primeira fase atletas que morem ou têm ligação com as equipes que defenderam, sendo vetada a participação de jogadores da zona urbana ou vindos de outras cidades no torneio. Ao todo, cerca de 208 pessoas participaram da competição desde o seu início, entre atletas e membros das comissões técnicas.

O campeonato foi disputado ‚Äí em sua fase inicial, encerrada em março ‚Äí por oito equipes, divididas em dois grupos, com quatro times cada. Eles se enfrentaram em suas respectivas chaves, passando às semifinais os dois melhores de cada grupo. Participaram da edição 2020 da Super Copa Rural, além das duas equipes finalistas ‚Äí Campista e Lava Pés ‚Äí os times do Pedregal (Ermida), Amadeu Lacerda, Cachoeirinha, Lagoa, Córrego Falso e Branquinhos.

Pela segunda temporada consecutiva, a Super Copa Rural foi organizada e promovida de forma independente, sob a coordenação de representantes das comunidades rurais, mas contando com o apoio da Secretaria Municipal de Esportes e Juventude (Semej). Valter Marçal, que esteve à frente da organização, já trabalha para a edição 2021, que deve acontecer no início da temporada, no mês de janeiro.

Coment√°rios
×