Governo estadual pagará policiais em novas escalas

Da Redação

O Governo do Estado mudou a escala de pagamento dos policiais civil e militar. Os mais de 600 mil servidores estaduais fizeram pressão para mudarem as escalas de pagamento, porém apenas os policiais conseguiram a mudança.

Um dos assuntos mais repetidos ao longo do ano foi o atraso dos repasses estaduais e suas consequências. Com o Estado quebrado, os municípios tiveram de lidar com as dívidas e com os atrasos nos salários dos servidores municipais.

Os policiais chegaram a ameaçar começar uma greve, mas com a inclusão de uma segunda data, de forma que eles recebam até R$ 4 mil antes do Natal e, com isto, a greve foi cancelada.

Nova data

O anúncio da escala especial foi feito ontem pelo comandante-geral da PM, Coronel Helbert Figueiró, e pelo chefe da Polícia Civil, João Octacílio.

De acordo com a nota, eles recebem R$ 2 mil hoje, mais R$ 2 mil no dia 21 e o restante em 28 de dezembro. Já o salário das outras categorias será dividido em duas parcelas. A primeira no valor de R$ 2 mil também será paga hoje, mas o restante dos salários só serão repassados no dia 28.

Quase greve

Insatisfeitos com a situação, os policiais chegaram a marcar um ato hoje em frente ao Palácio da Liberdade, mas voltaram atrás.

Alguns policiais civis do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran) da Gameleira chegaram a paralisar as atividades.

História que se repete

Esta não foi a primeira que o Governo Fernando Pimentel (PT) fez escalas diferentes para os policiais em relação aos demais servidores.

Nas vésperas do primeiro turno do pleito eleitoral deste ano, os policiais receberam os salários em duas parcelas enquanto os demais receberam em três.

O 13º salário destes funcionários referentes a 2018 já foram pagos e em escalas diferente. Enquanto os policiais receberam em duas datas, os demais servidores receberam em quatro vezes.

Comentários
×