Governo de Minas Gerais registra aumento de investimentos no estado

Valor de R$ 5,6 bi atraído em 2020 ultrapassa os R$ 4,8 bi no mesmo período do ano passado

Da Agência Minas 

O Governo de Minas registra aumento de investimentos atraídos no estado em meio a uma das maiores crises econômicas mundiais. O anúncio foi feito pelo Indi – Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior de Minas Gerais, que registrou saldo total de mais de R$ 5,6 bilhões nos primeiros cinco meses de 2020. O marco aponta o aumento da confiança dos empresários na gestão de Romeu Zema. O acúmulo deste ano supera a atração do mesmo período de 2019, que foi de R$ 4,8. Vale lembrar que o ano de 2019 foi destacado porque totalizou o dobro de investimentos atraídos nos últimos quatro anos (2015 a 2018).

Quase a metade do valor investido até agora no estado é no setor de energia. "Minas se tornou um mercado bastante promissor para quem quer trabalhar hoje com energia distribuída, porque somos um Estado competitivo, temos um bom índice solar na região Norte e as empresas, na crise, começam a buscar alternativas para reduzir custos", avalia o governador.

O volume de 2020 corresponde a 56 projetos firmados por meio de protocolos de intenção. Ao todo, empresários anunciam expectativa de gerar 4.793 empregos em Minas Gerais. A região Norte é a que mais se beneficiará, detendo 2.044 desses empregos e pouco mais de R$ 4,2 bilhões de aporte. As cidades da região que recebem projetos são: Bocaiúva, Capitão Enéas, Jaíba, Janaúba, Jequitaí, Pirapora, São João da Ponte e Várzea da Palma. Os demais valores estão distribuídos em outras 30 cidades, em todas as regiões do estado.

Está no montante de investimentos no Norte de Minas a empresa Aurora Energias Renováveis, que anunciou mais duas implementações na região, no valor de R$ 1,9 bilhão. Os projetos são para a cidade de Jaíba e possuem capacidade total instalada de aproximadamente 700MW. O início da operação está previsto para o primeiro semestre de 2023, com a geração de 120 empregos diretos.

Para o secretário-adjunto da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sede), Fernando Passalio, os mais de 50 projetos provam que o Governo de Minas está conseguindo demonstrar a força do estado diante desta crise provocada pela pandemia. “Tenho certeza que sairemos deste ano mais fortes com as conquistas de investimentos que ajudam Minas Gerais a diversificar a sua economia e gerar emprego e renda”, afirma.

Dados do Indi apontam que estão previstos R$ 9 bilhões a serem implantados ainda neste ano. Esse valor corresponde a somatória de projetos assinados até o momento, incluindo de anos anteriores, e que estão programados para serem concluídos em 2020. Um desses investimentos é a fábrica do Grupo Petrópolis, que será inaugurada em Uberaba, no Triângulo Mineiro. Com aporte de R$ 700 milhões, a expectativa é de que 400 postos de emprego direto sejam criados.

 

#VemPraMinas virtual

O Indi, órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sede), realizou a primeira edição virtual do #VemPraMinas. O programa, que tem por objetivo fomentar a cadeia produtiva da indústria, enfrenta um novo desafio: contribuir com o enfrentamento e a superação dos efeitos econômicos da pandemia.

O primeiro #VemPraMinasLive reuniu 180 profissionais, dentre empresários, executivos e especialistas, que discutiram o mercado e as estratégias empresariais da indústria de fertilizantes e insumos. Além das participações ao vivo, a live já registra mais de 500 visualizações no canal do Indi no Youtube.

Com o novo formato semanal, o próximo #VemPraMinasLive ocorre na próxima quarta-feira (3/6), às 16h, com o tema: “As vantagens de Minas Gerais para operações de comércio exterior”. O evento é dedicado a empresas, de qualquer segmento, que realizam algum tipo de operação internacional, seja de importação ou exportação. 

A transmissão ao vivo vai abordar o programa estadual Corredor de Importação; normas e recentes decisões do STF que afetam este tipo de operação; serviços e benefícios oferecidos por recintos alfandegados localizados em Minas Gerais e as facilidades do novo Aeroporto Indústria.

Para participar, clique aqui.

Comentários
×