Governo de Minas envia hoje mais doses aos municípios

Ainda não foram detalhados números da distribuição aos municípios

Da Redação

Quase dez dias após obter as primeiras doses da vacina CoronaVac, Divinópolis vai receber novo lote para aplicação. O governo de Minas Gerais iniciou hoje a operação para a distribuição de 190.500 doses da AstraZeneca e 87.600 da CoronaVac. Assim como na primeira vez, as vacinas serão enviadas às regionais de Saúde a cada Município, escoltado pela Polícia Militar, é responsável pela coleta..

Divinópolis 

Até terça-feira, 26, já haviam sido imunizados 2.432 profissionais da saúde na cidade.

— As seis equipes de tático móvel da Semusa já concluíram a vacinação em três instituições hospitalares, UPA, Samu e unidades básicas de saúde — informou a Prefeitura.

Agora, com as doses restantes, inicia-se a vacinação de idosos nas Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPI).

Compõem as seis equipes de tático móvel 21 profissionais como enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem. Em razão de a maioria dos profissionais de saúde trabalhar em escalas de plantão, são necessárias algumas visitas das equipes táticas a estes locais para aplicação das vacinas.

Conforme voltou a ressaltar o secretário municipal de Saúde, Alan Rodrigo da Silva, a imunização segue na primeira fase.

— A vacinação continua na fase um, que é voltada para profissionais de saúde, idosos acima de 60 anos, pessoas acamadas, asiladas, e privadas de liberdade. Só depois que este público alvo receber a primeira e a segunda dose da vacina é que nós vamos passar para a segunda fase da campanha — esclarece.

Operação

De acordo com o diretor de Operações da Polícia Militar, coronel Flávio Godinho, todos os municípios poderão iniciar a retirada das vacinas. 

— Os municípios irão até as regionais, escoltados por uma viatura da Polícia Militar, para retirar as vacinas e, seguindo o Plano Nacional de Vacinação, realizar a imunização dos grupos já previstos — explicou.

Além da coleta das vacinas na Unidade Regional de Saúde (URS), os municípios serão responsáveis pelo armazenamento, preservação em condições adequadas e segurança no acondicionamento e proteção dos imunizantes.

Caso o Município não compareça à Unidade Regional de Saúde, ou compareça fora do horário e data agendados, o atendimento ficará condicionado à disponibilidade da equipe da URS. A escolta permanece necessária e a articulação com as forças de segurança passa a ser de responsabilidade integral do Município.

Minas

O Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), lançou ontem o vacinômetro (coronavirus.saude.mg.gov.br/vacinometro), ferramenta de monitoramento do número de indivíduos vacinados contra a covid-19 no estado. Por meio dele, qualquer cidadão pode acompanhar quantas pessoas já foram imunizadas e a quantidade de doses distribuídas.

— Esta é mais uma ferramenta que o Governo de Minas coloca à disposição para transmitir aos mineiros o máximo de informações possíveis sobre ações relacionadas ao monitoramento da pandemia. A transparência na comunicação é um valor para nós. Por isso, reforço o pedido de que os municípios preencham os dados com a maior agilidade possível para que o vacinômetro reflita a realidade — pediu o secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral.

Minas Gerais, com 21,2 milhões de habitantes, vacinou, até ontem, 115 mil mineiros, sendo 104.831 trabalhadores da saúde, 7.427 idosos em instituição de longa permanência, 567 pessoas com deficiência em residência inclusivas e 2.393 indígenas. 

 

 

Comentários
×