Governo de Minas amplia acesso ao Bolsa Merenda

Beneficiários que não fizeram cadastro via aplicativo receberão em casa cartão habilitado para uso do recurso

Da Agência Minas

Os beneficiários do Bolsa Merenda que não conseguiram fazer o cadastro pelo aplicativo do PagSeguro vão receber os cartões para ter acesso ao dinheiro (quatro parcelas de R$ 50) a partir da próxima semana. Ao todo, serão enviados 146.410 cartões. Cada cartão é referente a um CPF cadastrado, que pode beneficiar mais de um aluno matriculado na rede estadual. O valor do benefício será liberado em até 2 dias úteis após o recebimento do cartão. 

O prazo para o envio, via Correios, é até 23 de junho. Devido à dimensão territorial de Minas Gerais e à dificuldade de acesso a alguns municípios, a expectativa é que a totalidade de cartões seja entregue em até 20 dias. Para garantir a segurança do beneficiário, a entrega será rastreada.

Alcance

O objetivo da ação é atingir os 196 mil alunos da rede estadual de ensino que têm direito ao Bolsa Merenda e ainda não se cadastraram no aplicativo. Até agora, cerca de 184 mil alunos tiveram acesso às duas parcelas já pagas do benefício. O pagamento da terceira parcela será feito nesta quinta-feira (18/6).

Os beneficiários que não se cadastraram e que irão receber os cartões em casa terão creditados imediatamente 3 parcelas do benefício, no valor de R$ 50 cada, por estudante.

Critérios

O Bolsa Merenda é um programa do Governo de Minas que beneficia famílias na faixa de extrema pobreza, cuja renda per capita não ultrapassa os R$ 89 por mês. O auxílio é disponibilizado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), em parceria com o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG). Cada aluno tem direito a R$ 50/mês, por quatro meses.

As famílias podem consultar se o aluno tem direito ao benefício pelo MG App, aplicativo de serviços do Governo de Minas Gerais, no menu “Desenvolvimento Social” ou na página da Sedese: social.mg.gov.br.

Comentários
×