Gestão na cultura é algo sério

Welber Tonhá e Silva

Em menos de um mês, a Secretaria de cultura de Divinópolis mudou novamente. A então recém- empossada, Tita Carvalho, deixou a secretaria e em seu lugar assume Diniz Borges Filho, conhecido por quem frequentou os corredores da secretaria pelo menos nas duas últimas gestões. Assessorou Lenir de Castro no projeto Fazendo Arte e atuou em diversos setores da mesma secretaria. Sempre gentil e disposto, Diniz é acessível e encara agora o maior desafio de sua vida, esperamos que ele se supere. A cultura de Divinópolis precisa engrenar. 

Prefeito direto e reto

Estive com o prefeito Gleidson Azevedo (PSC), na última segunda-feira, para falarmos sobre a cultura e o empreendedorismo cultural da cidade. Percebi que a conversa com ele é sempre direta e reta, sem muitas embromações. Ponto positivo. Na conversa, não disse abertamente qual motivo o levou à troca de secretários, mas disse estar sempre atento a tudo o que acontece na Prefeitura. Uma de suas afirmações em nossa conversa é que ele terá um olhar dedicado a resolver a situação do nosso Museu Histórico.

Sobre o Museu

Alguns projetos de restauração andam circulando pelas mídias, um deles é o desenvolvido por estudantes de arquitetura e divulgado no perfil do Instagram @oficinaarquitetura37. Um projeto lindo de encher os olhos, porém surreal e utópico, perigoso, inclusive, pois a população vai achar lindo, (eu mesmo achei), mas, se tratando de um bem tombado pelo patrimônio histórico, suas características precisam ser respeitadas. Sua arquitetura não pode sofrer grandes alterações e seu entorno tem que manter o espaço para que não seja bloqueado. Como disse, é lindo, mas não é funcional. 

Ainda sobre o Museu, estive com o secretário de Desenvolvimento Econômico, que também é gestor do Turismo, Luiz Ângelo, e o gerente de Turismo, Gustavo Guimarães. Estão pensando em alguma parceria para ajudar na reforma do Museu. E outro projeto que deve sair da gaveta é o turismo cultural e histórico em nossa cidade. Gustavo, inclusive, se tornou vice-presidente do Circuito Campos das Vertentes, coisas boas podem vir, esperemos.

Vale uma conferida

Sempre é bom lembrar das pessoas que fazem acontecer a cultura de nossa cidade. Um bom espaço virtual para pesquisa e inclusão histórico é o Grupo Memória Divinópolis, no Facebook, no qual pessoas como Felipe Machado, Salete Michellini e centenas de amantes de nossa história compartilham textos e imagens de Divinópolis. 

Hoje, nos perfis @lucreciadonato e @patrimoniodasletras, no Instagram, Lucrecia Donato lançará três livros em formato ebook, vale a pena ficar atento.

Cláudio Guadalupe e amigos movimentam o fanzine poético ARTEFERIA, uma publicação alternativa de arte, poesia e manifesto, divulgada inclusive no mural da Boutique do Livro e Biblioteca Pública Ataliba Lago. Hoje estarão na TV Cultura Alternativa, de Brasilia-DF, às 21h

O mercado editorial tem se movimentado em nossa cidade e publicações estão saindo do forno. Tatiana Fonseca, José Roberto Reis Saléh e Jéssica Sabrina lançam seu primeiro livro ainda no primeiro trimestre. Aguardemos.

Welber Tonhá e Silva é Historiador, escritor, pesquisador, fotógrafo e fazedor cultural.

Instagram: @welbertonha

 

Comentários
×