Gerente é sequestrado e aparece com explosivos amarrados no corpo em Nova Serrana

Da Redação

O gerente de uma agência bancária de Nova Serrana afirma ter sido sequestrado por cerca de oito criminosos na noite de quarta-feira, 24. Na manhã desta quinta, 25, ele apareceu no banco com explosivos amarrados ao corpo.

Na quarta, a Polícia Militar (PM) foi comunicada pelos familiares que a vítima não havia retornado do trabalho e que não estariam conseguindo contato com ela. Os militares então realizaram buscas em locais supostamente frequentados pelo desaparecido, com o objetivo de encontrá-lo. As viaturas foram orientadas a realizar passagens periódicas próximas a agências bancárias e manter as atenções voltadas a veículos suspeitos na região.

Na manhã desta quinta-feira, 25, ele foi encontrado no interior da agência, sozinho, com suposto artefato explosivo preso ao seu corpo, na região da cintura. De imediato, a Polícia Militar isolou o local e acionou o apoio da equipe de militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da PMMG.

Versão

Para a PM, o gerente disse que teria sido abordado próximo a sua residência, por volta de 18h30. Ele teria ficado durante toda a noite em poder de sequestradores, em algum local na zona rural.

A vítima relatou ainda que os criminosos usavam um Fox, de cor escura, com numerais “88” na placa e que, ao amanhecer, prenderam “explosivos” em seu corpo e pediram que ele seguisse em seu próprio veículo para o banco, onde retiraria o dinheiro. No trajeto, foi acompanhado pelos criminosos no Fox.
A presença da PM nas proximidades da agência teria afastado os bandidos.

Bope

Os militares do Bope entraram na agência e conseguiram desativar os explosivos, retirando-os do corpo da vítima. Não foi levado dinheiro da agência bancária.

Comentários
×