Gasolina tem ligeiro aumento na cidade

 

Jorge Guimarães

Mesmo com a Petrobras anunciando quedas constantes de preços nas refinarias, e mantendo os preços estáveis ontem, as alterações sequer chegam às bombas.  Assim, o consumidor divinopolitano vê o preço do litro do combustível já ultrapassar os R$ 5, o que se torna uma realidade no varejo local. Para fazer uma amostragem dos preços praticados na cidade, a Agência Nacional do Petróleo (ANP) realizou mais uma pesquisa em dez estabelecimentos, entre os dias 14 e 20 deste mês.

Preços praticados

A partir dos dados levantados, o preço médio do combustível em Divinópolis foi de R$ 5,052, contra R$ 4,99 da última amostragem, uma alta de 1,20%. Já o preço mínimo não teve muita alteração, passando de R$ 4,87 para R$ 4,89. O mesmo acontecendo com o preço máximo, que ficou em R$ 5,19.

Já o etanol, não teve alterações em referência à última amostragem e continua como a alternativa certa para o consumidor que tem carro flex. O preço médio ficou em R$ 3,10, o mínimo em R$ 2,99, e o máximo em R$ 3,19.    

Região

Em Bom Despacho, o preço médio ficou estável em R$ 4,97, em Formiga também eles se mantiveram em R$ 5,15 o médio e, o máximo, R$ 5,19. Em Itaúna, também não houve alteração com preço médio de R$ 4,87, e em Pará de Minas, R$ 5,12 e, o máximo, R$ 5,24.

Em um parâmetro geral, a cidade de Formiga é a que tem o maior preço médio na gasolina, R$ 5,14, sendo o menor praticado em Bom Despacho com R$ 4,97. Pará de Minas é a cidade com o valor máximo mais alto, fechando em R$ 5,24. 

 

Comentários
×