Gasolina em Itaúna segue a mais barata na região

Jorge Guimarães 

Com os sucessivos aumentos da gasolina e do diesel, o etanol está sendo a principal opção para o consumidor na hora de abastecer. A queda nos preços do etanol está ligada à safra de cana-de-açúcar, que começou em 1º de abril. Em virtude destas oscilações de preços, quem pode “pagar o pato”, mais uma vez, é o consumidor, pois, desde ontem, caminhoneiros já começaram um movimento grevista para baixar o preço do diesel, fechando as principais rodovias do estado (veja mais sobre a paralisação na página 4).

Em Divinópolis, a Agência Nacional do Petróleo (ANP) realizou, entre os dias 13 e 19 deste mês, pesquisa de preços em dez estabelecimentos. Nela constatou-se que o preço médio na comercialização da gasolina ficou em R$ 4,560, o preço mínimo em R$ 4,457 e o máximo de R$ 4,699. E entre as principais cidades do Centro-Oeste, Itaúna é a que tem o preço médio mais baixo, fixado em R$ 4,369, sendo a pesquisa realizada em sete postos. Em seguida, vem Divinópolis, acompanhada de Bom Despacho e Formiga, praticamente empatadas em R$ R$ 4,663 e R$ 4,669, respectivamente.

Entre as maiores cidades da região metropolitana de Belo Horizonte, mais uma vez Betim ficou com a menor média (R$ 4,375), seguida da capital mineira com R$ 4,424 e Contagem com R$ 4,457.

A pesquisa revela também que as cidades de Conselheiro Lafaiete e Unaí já ultrapassaram a casa dos R$ 5,00, em se tratando de preço máximo.

Etanol 

Itaúna também tem o menor preço da região quando se trata de etanol. Na cidade vizinha, o litro é comercializado por um preço médio de R$ 2,872. Formiga vem logo atrás, praticando R$ 2,960; seguida de Bom Despacho, com R$ 3,038; Divinópolis, com R$ 3,061; e Pará de Minas, com R$ 3,126.

Diesel

No diesel, Itaúna volta a ter o menor preço médio, fixado em R$ 3,495, seguida de Formiga, com R$ 3,738. Divinópolis registrou R$ 3,767, logo atrás de Bom Despacho, com R$ 3,741. Mais uma vez, Pará de Minas teve o maior preço: R$ 3,998.

Novo aumento

A partir desta terça-feira, 22, os preços do diesel e gasolina voltam a subir nas refinarias. Segundo a Petrobras, a gasolina subirá 0,9% e o diesel 0,97%.

Este é o 11º aumento do preço da gasolina nos últimos 17 dias. A exceção ocorreu entre os dias 12 e 15 deste mês, quando a estatal interrompeu a sequência de altas.

 

 

Comentários
×