Gasolina em Divinópolis tem reajuste de 8,44% em 3 meses

 

 

Pablo Santos 

Desde julho, quando foi adotada a nova política de preços de combustíveis da Petrobras, a gasolina subiu 8,44% nos postos de combustível de Divinópolis. De acordo com a Petrobras, a política de valores para a gasolina vendidos nas refinarias às distribuidoras tem como base o preço de paridade de importação, que representa a alternativa de suprimento oferecido pelos principais concorrentes para o mercado - importação do produto.

No começo de junho, o  do combustível na cidade estava cotado, em média, a R$ 3,67, de acordo com os dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP). Na última pesquisa, o litro custava nas bombas da cidade R$ 3,98. No menor valor é possível encontrar por R$ 3,79 o litro e, no maior, R$ 4,14.

A partir da nova política de preços, as alterações para cima são mais constantes. Em julho, o litro estava cotado a R$ 3,68 e, em agosto, a gasolina alcança o valor de R$ 3,93. Em setembro, a média está em R$ 3,97. No entanto, na última pesquisa, o litro já do derivado do petróleo estava cotado a R$ 3,98 nos postos do município. Em setembro do ano passado, o litro da gasolina valia R$ 3,77.

Junho 

No final de junho, a Petrobrás anunciou a nova política de preços dos combustíveis. A Diretoria Executiva comunicou ao mercado as alterações.

— Com as alterações, a área técnica de marketing e comercialização da companhia terá delegação para realizar ajustes nos preços, a qualquer momento, inclusive diariamente, desde que os reajustes acumulados por produto estejam, na média Brasil, dentro de uma faixa determinada (-7% a +7%), respeitando a margem estabelecida pelo Gemp (Grupo Executivo de Mercado e Preços) — informou a diretoria.

Para a Petrobras, a mudança representou um novo marco na política de preços da companhia ao dar maior liberdade e margem de ação à área comercial, que terá liberdade para praticar [para cima ou para baixo] reajustes até mesmo diariamente.

 

 

Comentários
×