Galo em mais uma final

Batendo Bola 

José Carlos de Oliveira 

jcqueroviver@hotmail.com.br

Não foi das melhores apresentações do time, mas o Atlético mostrou bola o suficiente na noite de sábado e está, com justiça, na final da Copa Primeira Liga. A decisão acontece apenas no dia 8 de outubro, no estádio do Café, em Londrina, contra os donos da casa.

No duelo de sábado, contra o Paraná, o belo gol de Elias, ainda na metade da primeira etapa, deu sinais de que a partida seria mais fácil para o time alvinegro. Mas com o passar do tempo, as coisas não saíram como o planejado, e mais uma vez o Galo teve que contar com a sorte e a competência de seu goleiro Victor, que garantiu a vitória com grandes defesas.

 Fred mal 

No jogo de sábado, contra o Paraná, o técnico Rogério Micale voltou a escalar Robinho e Fred como titulares. E mais uma vez eles ficaram devendo. Não jogaram nada. Como ninguém desaprende de nada assim da noite para o dia, a hora é de a diretoria procurar saber o que está realmente acontecendo com os dois jogadores e tratar de colocar as coisas em seus devidos lugares.

O que não pode é ficar como está e muito menos passar a mão na cabeça de quem recebe mais de um milhão de reais por mês de salário do clube. Esta é a grande e única verdade.

MANGUEIRAS BRASIL

Cruzeiro pagou caro no final

Depois de mais de três meses sem jogar (105 dias), o garoto Alex voltou a campo na manhã de domingo e foi o grande vilão da eliminação do Cruzeiro na Copa Primeira Liga. Ele perdeu dois gols daqueles que se considera feitos nos minutos finais, e ainda desperdiçou uma das penalidades máximas.

Dar apoio 

Pronto, o Cruzeiro voltou para casa eliminado da competição e o garoto deve ficar sem dormir por alguns dias. Mas a hora não é para tanta cobrança, não. Ele ainda é jovem, e se a torcida não der o apoio que ele precisa e necessita nestas horas, pode estar perdendo aí um grande jogador. O que se espera para os próximos é que a diretoria celeste saiba trabalhar com o garoto, dando a ele suporte para levantar a cabeça e esquecer os incidentes (acidentes) de domingo.

Pagou caro 

Mas o que aconteceu realmente no domingo, foi que o Cruzeiro abriu vantagem de 2 a 0 e depois deu mole, se esqueceu de jogar. Para um time do tamanho que é a Raposa, é inadmissível ter a vaga garantida e deixar ela escorrer pelos dedos das mãos como fez no domingo. O gol de pênalti (não interessa se foi ou não penalidade máxima), foi um justo castigo para quem não soube vencer.

Porque esta é a verdade. Não foi o Londrina que empatou com o Cruzeiro, não. Foi a Raposa que deu mole e não soube buscar a classificação. Simples assim!

Brasil sem a Neymardependência

Se tem uma coisa que o torcedor brasileiro tem motivos de sobra para estar comemorando hoje, esta é a de a seleção brasileira, hoje no comando do gaúcho Tite, ter finalmente se livrado da total dependência de Neymar. Hoje, se o craque do PSG estiver ou não rendendo o que dele se espera, não tem problema, o time já tem muitas alternativas para chegar à vitória.

Mais que as nove vitórias seguidas nas eliminatórias sul-americanas, este é sim o maior de todos os acertos do treinador: tornar Neymar apenas mais um. Importante sim, porque é craque, mas apenas um dentre os demais, com as mesmas responsabilidades e direitos de todos.

Comentários