Futebol amador em Minas será último a retomar as atividades

José Carlos de Oliveira

O retorno do futebol em Minas Gerais segue em compasso de espera e muitos querem que o retorno dos jogos no estado aconteça apenas em agosto, daqui a mais de dois meses. Adriano Aro, presidente da Federação Mineira de Futebol (FMF), defende que os torneios possam ser retomados mais cedo, e sugere que o futebol volte a ser disputado em quatro fases, dando prioridade ao Módulo I em um primeiro momento e o futebol amador ficando para a reta final.

Audiência Pública

Na reunião de quarta-feira, 3, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, em audiência pública para discutir o retorno do futebol no estado, o infectologista Carlos Starling, integrante do Comitê de Enfrentamento à Epidemia da Covid-19 da Prefeitura de Belo Horizonte, expôs que o pico da pandemia em Minas ainda está longe de acontecer e por isso as competições somente devam ser retomadas a partir do mês de agosto.

— Estamos em momento de ascensão da pandemia. Com o monitoramento dos treinos dos times, teremos informações importantes na hora de implementar de fato a volta do futebol. Projetamos para agosto o pico da doença. O momento ideal para o retorno do esporte é no momento do declínio da pandemia — defendeu ele.

Retorno em etapas

Marcaram presença na audiência pública médicos dos três grandes da capital, que já retomaram as atividades em seus centros de treinamento. Eles esclareceram aos deputados os cuidados que estão sendo tomados pelos clubes nesta volta aos trabalhos, cumprindo um protocolo rigoroso e tendo todos os cuidados necessários com os profissionais e atletas. 

O presidente da Federação Mineira, Adriano Aro, também presente na reunião, defendeu que, mesmo com a projeção do pico da doença em Minas para as próximas semanas, é possível retomar as disputas mais cedo, concluindo os campeonatos estaduais em campo. Ele defendeu que a volta dos torneios seja feita de forma escalonada, de acordo com as condições financeiras de cada clube.

O dirigente esclareceu que a ideia é voltar primeiro com as disputas do Módulo I, em seguida o Módulo II. Mais adiante seria a vez de as categorias de base dos clubes voltarem à ativa e, por último, na quarta fase do processo, autorizando as disputas do futebol amador em toda Minas Gerais.

— O que a FMF tem conversado com o governo estadual é o retorno gradual em várias fases. Tão logo seja possível, por parte dos órgãos de saúde, haverá um retorno gradual e teremos o futebol do Módulo I em uma primeira fase, depois o Módulo II, e numa terceira fase as categorias de base. E numa quarta fase o futebol amador — explicou Aro, em entrevista após a audiência.

 

Comentários
×