Fundição caminha para fechar ano com produção de 680 mil toneladas

Pablo Santos

 As fundições de Minas Gerais caminham para fechar o ano com a produção de 680 mil toneladas de fundidos, influenciadas pela valorização cambial e também pelo desempenho das montadoras. O resultado será de 6,4% maior na comparação com o ano passado, de acordo com a Associação Brasileira de Fundição (Abifa).

A evolução da produção é devido à valorização do dólar, o que contribuiu para gerar maiores faturamentos com as vendas externas.

— O dólar mais caro que o ano passado provocou um aumento substancial no faturamento das empresas do setor. Com isso, as exportações cresceram e foi de extrema importância para o faturamento do setor aumentar em 2018 — disse o presidente da Abifa, Afonso Gonzaga.

Conforme a Abifa, das 680 mil toneladas que serão produzidas em Minas em 2018, 116 mil toneladas, ou 17%, foram para o mercado internacional.

Já no Brasil o montante será 2,5 milhões de toneladas.

Os Estados Unidos absorvem 42,5% das exportações brasileiras de fundidos, seguidos de países da América do Sul (19,3%), Europa (6,7%), África (6%) e Ásia (5,8%).

A indústria caminha para encerrar o ano com alta na produção de 6,4% e receita de 8%. O desempenho consolidado demonstra a recuperação do setor e fica próximo dos bons números de 2008, antes da crise econômica.

— O percentual de 7% será puxado pelas montadoras. Acredito que a fundição entra em um novo processo de industrialização — afirmou Afonso.

Em Divinópolis, o percentual de crescimento será menor. No Brasil, a projeção é encerrar 6,4% de crescimento na produção e, no município, ficará em 4%.

As fundições da cidade atendem empresas de saneamento básico, bens de capital, utensílios domésticos e mineração. Já fora da região de Divinópolis, as empresas de fundição fornecem para as montadoras.

 Emprego

 A indústria nacional da fundição gera 54 mil empregos diretos, 18 mil dessas posições só em Minas, o que representa 33,3% do total do Brasil. Já Divinópolis emprega três mil trabalhadores diretos nas 39 empresas do ferro e alumínio.

 

Comentários
×