Fórum reforça segurança com catracas

Gisele Souto

O Fórum Doutor Manoel Castro instalado no bairro Liberdade está reforçando a segurança com a instalação de catracas. Os equipamentos começaram a ser instalados na quinta-feira da semana passada e o objetivo é o controle de acesso às dependências do prédio, com identificação dos usuários, encaminhamento aos setores desejados para agilizar o atendimento.

O diretor do Foro, juiz Marcelo Paulo Salgado, explica que, após a construção do novo fórum o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), houve a licitação do serviço. Conta ainda que a instalação ocorre dentro da programação

Sobre o valor da melhoria, o juiz diz que não se tem o valor individual do investimento para a Comarca de Divinópolis, pois a licitação englobou outras comarcas, como Uberaba e Uberlândia.

— Os recursos são do orçamento do Tribunal de Justiça— completa.

Sem identificação

Sobre registros de ocorrências no prédio, o diretor conta que não houve invasões no prédio nem situações mais graves, apenas o registro de uma pessoa que pegou um processo e o levou sem se identificar e sem estar habilitado a retirá-lo.

O juiz acrescenta que, com a instalação das catracas, todo usuário do serviço forense, visitantes, pessoas envolvidas nos processos, testemunhas, peritos, partes e parentes dos réus deverão se identificar e, após o cadastro, receberão um crachá para a entrada.

— Não há qualquer proibição de entrada ou acesso às dependências do Fórum, mas uma identificação prévia do visitante ou interessado em algum serviço forense — finaliza.

O novo prédio

A nova sede foi inaugurada em abril do ano passado. O moderno, bem dividido e arejado imóvel tem cinco pavimentos e concentra todas as varas do Judiciário da Comarca de Divinópolis. Antes, elas funcionavam em seis locais diferentes. Além disso, cumpre todas as normas de acessibilidade. A área total é de 17,5 mil metros quadrados, com capacidade de estacionamento para cerca de 288 veículos.

Comentários
×