Fiscalização continua ocorrendo em Divinópolis

Da Redação

A Prefeitura de Divinópolis informou que tem intensificado o trabalho de fiscalização nos bairros da cidade no sentido de se fazer cumprir as orientações das autoridades em saúde pública em relação à Covid-19.

Vários estabelecimentos já foram fiscalizados por estarem descumprindo as regras dos decretos estaduais e municipais, dentre eles, seis drogarias, três tabacarias, 25 bancos e lotéricas, nove lojas de manutenção de celular, 16 da indústria têxtil, 13 oficinas mecânicas, três clínicas odontológicas, seis empresas do setor industrial, 19 do ramo de construção civil, 124 na área alimentícia e 30 em ramos diversos. Receberam infrações por descumprimento ao decreto 23 locais. Além dessas medidas, a vigilância enviou e-mails com orientações aos estabelecimentos sobre as medidas que devem ser tomadas.

O trabalho dos fiscais conta com o apoio das polícias Militar e Civil e, se for detectado o descumprimento do decreto que regulamenta as atividades essenciais, o proprietário do estabelecimento pode ter até o alvará cassado. Um carro de som também é utilizado. O veículo percorre esses locais e, ao notar algum tipo de aglomeração, repassa a medidas que devem ser tomadas para se evitar a contaminação.

O secretário Municipal de Saúde, Amarildo Sousa, ao confirmar o primeiro óbito por Covid-19 na cidade, reforçou a importância do isolamento social.

— A situação em Divinópolis está se agravando. Já tivemos uma morte e o número de notificações aumenta muito a cada dia. Por determinação do Prefeito, tudo que está ao nosso alcance está sendo feito. Agora precisamos dos divinopolitanos entenderem a gravidade da situação e cumprir o isolamento social. A fiscalização vai continuar firme. Não mediremos esforços para salvar vidas — completou Amarildo.

Comentários
×