Firme em sua missão

Editorial

Firme em sua missão 

Os casos de covid-19 voltaram a aumentar em Divinópolis. O ritmo de contágio também. Em paralelo a esta realidade, a vacinação não anda no ritmo que todos gostariam. Algumas cidades da macro Oeste já retomaram a vacinação em pessoas sem comorbidades. Por aqui, ainda não há previsão de quando a imunização entrará nesta fase. Os leitos dos hospitais mais uma vez são insuficientes para atender a quantidade de pessoas infectadas pela doença e que precisam de atendimento mais especializado. Em meio ao caos iminente e novas restrições – que não foram cumpridas pelo Município – está a imprensa, trabalhando diariamente para levar informação de qualidade, muitas vezes em primeira mão, e com credibilidade. Muito além de um clichê na frase, tem contribuído de forma fundamental para que a população seja informada sobre a situação, local, estadual ou em nível de país, a toda hora, a todo momento, a todo minuto...

Sim! Por mais que muitos insistam em negar, em fazer falsas e graves acusações contra os veículos de comunicação, eles são o elo entre a população e a verdade. Mesmo enfrentando ataques de parte da população, de políticos, e as inúmeras tentativas de negar dados oficiais, a imprensa permanece firme em sua missão: informar. E é como está em João 8:32: “E conhecereis a verdade, e a verdade  vos libertará”. É nesta luta diária em manter as pessoas informadas sobre os fatos que a imprensa salva vidas, que mantém viva a democracia brasileira. É dando voz a todos que cumpre o seu papel. E não há ataque sofrido que faça  estes guerreiros desistirem de cumprir o nosso papel e libertar o povo das “amarras” das notícias falsas. Por mais que as notícias não sejam aquelas que gostaríamos de dar, são elas que, neste momento, mantêm milhares de brasileiros informados e esperançosos. 

Nesta atual situação, em que uma pandemia foi politizada e virou motivo de interesses políticos, é a imprensa que mantém o mínimo de “lucidez” nos telespectadores, ouvintes, leitores e internautas. Se não fosse a imprensa, sem sombra de dúvidas, o Brasil estaria em uma situação muito pior neste momento. Se não fosse a verdade, a informação, a imprensa e seu trabalho incansável, a desilusão seria ainda pior. E pode se afirmar isso com todas as letras, pois esta é a verdade. Enfrenta-se o caos, a pandemia e muitos riscos  em nome da informação, que é primordial e mais do que necessária neste momento. Por mais que alguns neguem, se não fosse a imprensa, eles não teriam sequer o direito de negar, de afirmar ou aparecer. 

Levar informação à população é muito mais que um trabalho, é um dom, é um amor, uma paixão, é o desejo de um amanhã cada vez melhor. É o desejo da liberdade, de um povo capaz de fazer escolhas conscientes, que trará boas ações para o país, para o estado e para a nossa cidade. As notícias não são as melhores, não são aquelas que gostaríamos de dar e quem está do outro lado ver e ouvir, mas seguimos e resistimos. Continuamos a salvar vidas com as nossas informações.

Comentários
×