Fiemg otimista com criação Conselho Desenvolvimento Econômico em Divinópolis

Presidente regional se reuniu com representantes da Prefeitura para tratar do assunto

Da Redação

Uma nova reunião para discutir a elaboração do Conselho Desenvolvimento Econômico e Sustentável de Divinópolis (COMDES) foi realizada nesta segunda-feira, 5. O projeto de lei que constitui o plano foi entregue ao prefeito de Divinópolis, Galileu Machado (MDB), em setembro. A expectativa é que a proposta antes das eleições e comece a vigorar em 2021.

 Participaram do encontro, o presidente da Fiemg Regional Centro-Oeste e do Grupo Gestor, Eduardo Soares; o presidente do Sindicato dos Contadores de Divinópolis (Sincondiv), Sérgio Bebiano; a secretária de Planejamento Urbano e Meio Ambiente, Flávia Mateus Gontijo D´Alessandro e o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Nogueira. De acordo com Eduardo Soares, o grupo deve se reunir mais uma vez antes da redação final do projeto.

O documento foi desenvolvido pelas entidades do Grupo Gestor, com apoio e contribuição do Sebrae-MG e, dentre outras demandas, prevê a criação de um Fundo Municipal de Desenvolvimento Econômico e Sustentável (Fundes). De acordo com Eduardo Soares, o conselho se difere dos demais já existentes uma vez que é um órgão deliberativo, de assessoramento ao Poder Executivo Municipal.

— O que propomos com esse conselho é uma gestão colaborativa com o prefeito, independente de quem assumir o Executivo a partir do próximo ano — enfatizou.

O presidente da Fiemg destacou também que o Plano de Desenvolvimento é uma estratégia para fomentar a economia que já existe e funciona em diversas cidades com importantes resultados.

— Com ele podemos trabalhar equilíbrio das contas públicas municipais, fomentar atividades econômicas e potencializar atividades que precisam ser desenvolvidas a partir de oportunidades de negócios. É uma forma de administração moderna, que ouve a voz da cidade, que estará muito bem representada em todos os setores — finalizou.

Com um viés focado no desenvolvimento e infraestrutura, o Comdes será divididos em três bancadas: Bancada do Poder Público, setor produtivo e sociedade civil, com membros indicados pelo prefeito, Legislativo, entidades de classe, universidades, empresários, trabalhadores, associações, dentre outras.

Comentários
×