Festas juninas em tempos de pandemia

Drive thru e delivery são opções para se manter as tradições

Da Redação

Os meses de junho e julho são tradicionais nas celebrações das festas juninas e resgatam a religiosidade e a cultura de milhares de pessoas. A culinária típica da época é sempre presente nas comemorações familiares ou fora delas. Porém, em plena pandemia, renovar essa tradição é a tarefa de todos os envolvidos. Assim, no ano passado e neste ano, essa prática tem sido bem diferente.

Santo Antônio

E se reinventar foi o que fizeram, mais uma vez, os franciscanos e seus colaboradores, quando da celebração de Santo Antônio, no último dia 13. E inovações não devem faltar também para as celebrações de São João e São Pedro, hoje e no dia 29, respectivamente.

Para não perder a tradição de anos na cidade, em que as barraquinhas eram uma das festas mais aguardadas em tempos atrás, os franciscanos do Santuário de Santo Antônio optaram, como em 2020, por fazer um drive thru com um cardápio variado entre comidas típicas e tradicionais da culinária mineira, com direito também a pedidos por delivery.

Cardápio

A comida servida no delivery e drive thru incluiu canjica, macarrão, tropeiro, caldos e doces, entre os dias 5 e 13 de junho, sempre aos fins de semana.

— Foi uma experiência que colocamos ano passado e repetimos neste ano. O resultado foi muito bom, principalmente após as missas do fim de semana. Muita gente pedindo pelo telefone e também grande adesão ao drive thru — disse o coordenador do Conselho Pastoral Comunitário da Paróquia de Santo Antônio, Rodrigo Cabral.

Preços

E, com a chegada das festas, mesmo que celebradas de formas diferentes devido à pandemia, as pessoas começam a se preparar para a ocasião. Hoje, dia em que se comemora o dia de São João, e na próxima terça, São Pedro, muitas famílias devem comemorar em seus lares, com o melhor da tradição caipira e seus quitutes.

De olho nesse segmento, os supermercados se prepararam para a ocasião. Ontem, em um supermercado, o pacote de amendoim era encontrado a partir de R$ 7,99, dependendo da marca; o milho de pipoca a R$ 3,19; e a canjica a R$ 2,49. Já o pacote de pipoca de micro-ondas, com vários sabores, era comercializado a R$ 1,79. 

Além da elevação de vendas de artigos típicos desta época, o setor supermercadista ganha pelo maior fluxo e tráfego de consumidores em suas lojas, que impulsionam a comercialização de outros produtos, tais como carnes, queijos e bebidas em geral. Com o clima mais frio, por exemplo, as vendas de vinhos alavancam.

— Outros produtos também vão compor as mesas das celebrações. Para tanto, temos um mix para atender a todos cardápios possíveis. Os itens mais procurados dentro da tradição são as canjicas e amendoins, e temos também o vinho, que tem grande procura nessa época. Esperamos vender, até fim de julho, o mesmo percentual em igual período do ano passado, algo em torno de 3 a 5% a mais — avaliou o gerente da loja, Walter Wagner.

Foto/Divulgação

Produtos típicos da época ganham espaço nos supermercados

Comentários
×