Festas de fim de ano: saiba como ter uma ceia saudável

 

Da Redação

Festas de fim de ano trazem festas, celebrações e um cenário colorido. Também chamam a atenção as cores, os sabores e os aromas que saem das cozinhas por todo o Brasil. A tradição da ceia salta dá água na boca. Mas é preciso ficar atento e não descuidar dos hábitos saudáveis nesta época do ano. As informações são do Ministério da Saúde.

– As ceias são momentos importantes em que toda a família está compartilhando carinho e amor. E a tendência é fazer aqueles pratos cheios de gordura, de açúcar. E o consumo exagerado desses alimentos pode provocar enjoos, gastrite, dores ou até um ganho de peso não desejado – lembra a coordenadora de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, Michele Lessa.

Para que isso não aconteça, aqui vão algumas dicas práticas de como ter uma ceia saudável e adequada:

Lanches pré-ceia 

Os meses de dezembro e janeiro são recheados de encontros festivos de trabalho, entre amigos, ou com as famílias. Então, uma dica é fazer um pequeno lanche antes de ir para o evento, para acalmar a fome e evitar exageros.

– Outra dica é começar pela salada. É sempre bom começar com frutas, saladas e castanhas, que já vão acalmando a fome, evitando um consumo exagerado de outros alimentos – lembra Michele.

Entradas 

Para aproveitar com saúde as delícias da ceia, a sugestão é começar com uma salada, que vai agregar fibras alimentares e ajudar na digestão. Já as castanhas (do Pará, de Caju, Nozes, Amêndoas, etc.) são boas tanto como petiscos como nos pratos.

– Elas são ricas em vitaminas e minerais. As castanhas são um bom costume. É bom colocá-las nos pratos da ceia – recomenda Lessa.

Sucos 

Outra recomendação é evitar o consumo de refrigerantes, dando preferência à ingestão de sucos de fruta naturais, como manga, caju, uva, laranja ou qualquer outra fruta da estação. Também é importante evitar o excesso de açúcar para adoçar os sucos.

Pratos principais

A coordenadora orienta a pegar as mesmas preparações culinárias que a pessoa está habituada a fazer e compartilhar em família, e prepará-las com menos gordura, açúcar e sal.

– A preparação é um ato de amor. É muito importante, mas ela pode estar prejudicando a saúde dos nossos familiares. Se lá na receita tem uma quantidade muita grande de margarina, por exemplo, tentar colocar um pouco menos e usar manteiga, por exemplo – destaca Michele.

Álcool

Evitar o consumo excessivo de bebidas alcoólicas é outra recomendação.

– Vários problemas no Brasil são causados em função do excesso do consumo de álcool. Além dos problemas à saúde, aumenta também o risco de acidentes. O mais importante é lembrar que, se bebeu, não dirija – conclui a coordenadora Michele Lessa.

Comentários
×