Feriado da Semana Santa registra menos acidentes em 2018 na região

 

Gisele Souto 

Mesmo com intensa movimentação nas rodovias do Centro-Oeste durante o feriado prolongado de Páscoa, houve redução no número de acidentes e batidas com vítimas neste ano quando comparado com o registrado no mesmo período do ano passado. A estatística é da 7ª Companhia de Meio Ambiente e Trânsito Rodoviário da Polícia Militar, que desencadeou a operação “Semana Santa”.

De acordo com os dados, no período foram registrados 18 acidentes de trânsito em toda a malha viária sob a responsabilidade da companhia. São 1.950 quilômetros de rodovias – três a menos que em 2017.

Ainda segundo os números, houve redução de 41% no número de acidentes com vítimas em comparação ao mesmo período do ano anterior, quando foram registrados 12, contra os sete deste ano.

Mortes 

Se por um lado diminuiu a quantidade de acidentes, aumentou a de mortes, mesmo que pouco. Enquanto em 2017 uma pessoa perdeu a vida, em 2018 foram duas. Os acidentes foram registrados na BR-354 em Arcos e na MG-060 em Abaeté.

Veículos 

Durante a operação, foram fiscalizados 2.756 veículos, 42 condutores inabilitados foram autuados e 29 veículos removidos, além de 591 autos de infração lavrados. Além disso, 146 imagens de radar por excesso de velocidade foram captadas.

Já em relação à Lei Seca foram desencadeadas 11 operações – oportunidade em que 56 condutores foram submetidos a testes com o etilômetro e nove deles foram presos por conduzir seus veículos depois de consumir bebida alcoólica.

Meio ambiente 

A ação marcou presença também na zona rural. A Polícia Militar de Meio Ambiente apreendeu 2.680 metros de redes e cerca de 30 quilos de pescado que, após laudo técnico, foram doados a entidades carentes.

A companhia informou ainda que cerca de 500 veículos foram fiscalizados nas estradas vicinais, às margens de rios e lagos, além do patrulhamento preventivo feito em diversas comunidades rurais.

A operação 

A ação ocorreu no período de 29 de março a 2 de abril com a finalidade de prover maior fluidez e segurança nas rodovias, estradas rurais e acessos aos principais destinos turísticos da região, como os balneários.

— Pelo reduzido número de acidentes, levando-se em consideração a extensa malha viária, o resultado foi muito positivo — resumiu o comandante da 7ª Companhia, major Paulo Antônio Morais. 

Sem mortes 

Já no trecho sob a responsabilidade da AB Nascentes das Gerais, durante os quatro dias de operação especial não foi registrada nenhuma morte. Foram 14 acidentes com 54 vítimas. Destas, 41 não tiveram ferimentos e 13 algumas escoriações.

Ainda nesse período, segundo a concessionária, as viaturas de inspeção realizaram 331 atendimentos a usuários da rodovia e os guinchos efetuaram a remoção de 104 veículos que apresentaram algum problema mecânico. A empresa informou ainda que cerca de 190 mil veículos circularam pelo Sistema MG-050/BR-265/BR-491.

 

Comentários
×