Faturamento com o exterior avança 52% no bimestre

 

 

Pablo Santos

As exportações divinopolitanas do primeiro bimestre deram um salto considerável. Conforme os números do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDCI), as vendas para o exterior avançaram 52% neste ano, quando comparadas com o mesmo período do ano passado.

De acordo com o MDCI, as exportações divinopolitanas representam 1,4% de tudo que o Governo de Minas Gerais envia para o exterior. A cidade está no 23º lugar em Minas Gerais no ranking das exportações e, no Brasil, ocupa a 117º posição. Neste ano, oito empresas exportaram.

Conforme as os dados do MDCI, as vendas para o mercado exterior atingiram a cifra de US$ 54,7 milhões nos primeiros dois meses do ano. No mesmo período de 2018, o faturamento com as exportações chegaram a US$ 35,8 milhões, ou seja, o crescimento foi de 52%.

Fevereiro registrou o maior volume das exportações: US$ 30,9 milhões. Já em janeiro, foram negociados com o exterior US$ 23,9 milhões, de acordo com os números do MDCI.

 Produtos

Nos dois primeiros meses do ano, os itens da metalurgia são maioria. De acordo com o MDCI, 97% de todo o valor negociado por Divinópolis com o exterior são itens siderúrgicos.

A pauta de exportação de Divinópolis é composta por 75% de itens semimanufaturados, 13% barras de ferro e 9,1% de ferro fundido.

A República Dominicana é o principal parceiro comercial de Divinópolis. O país caribenho foi responsável por comprar 38% dos US$ 54 milhões negociados no primeiro semestre.

O Peru foi o segundo país com maior volume de negócios, 26%, e a Guatemala ficou na terceira posição, 21%, apontou o MDCI.

 2018

Em 2018, as exportações divinopolitanas cresceram. De acordo com os dados do Secex, as vendas para o exterior chegaram ao faturamento de US$ 197,8 milhões. O desempenho é 2% maior na comparação com 2017, quando os negócios com o exterior encerraram com vendas de US$ 193,7 milhões.

Comentários
×