Exposição homenageia Sebastião Guimarães

Mostra foi aberta na sexta-feira e está na Biblioteca Ataliba Lago

 

 

Como parte das comemorações pelo centenário de Sebastião Gomes Guimarães, a Biblioteca Municipal Ataliba Lago abriu uma exposição na sexta-feira, 15.  O médico foi por três vezes prefeito de Divinópolis e deixou marcas e obras importantes na cidade segundo historiadores.

A exposição traz documentos pessoais, como fotos, receituários e recortes de jornais. Sebastião Gomes Guimarães nasceu em Nova Serrana e foi o primeiro médico da cidade. Mudou-se para Divinópolis ainda jovem, onde deu o pontapé em sua carreira política.

Segundo o historiador Flávio Flora, o médico “não era apenas talentoso, mas genial”. Com diagnósticos seguros para a época em que os exames laboratoriais eram raros, Sebastião nem sempre tocava no doente para fornecer a receita curativa. Tornou-se místico. Uma figura adorada. Quase semideus.

Homem bondoso 

De acordo com o secretário de Cultura, Osvaldo André de Mello, Sebastião Guimarães não cobrava consultas médicas e era conhecido por sua bondade e carisma.

— Sebastião recebeu em vida tanto “Deus lhe pague” que Deus deve estar até hoje prestando contas com ele — brincou Flora.

Sebastião Guimarães foi inspiração para vários livros, dentre eles a obra, “Bão é o Bastião”, de Ana Márcia Mourão, que também está disponível na exposição.

O acervo pode ser visto até 29 de setembro, das 8h às 19h.

 

Comentários
×