Exportações divinopolitanas avançam

Pablo Santos

As exportações de Divinópolis estão em franca expansão em 2019. Nos primeiros dez meses deste ano, o crescimento é de quase 14% quando se confronta com o mesmo período de 2018. A República Dominicana é, de longe, o maior parceiro comercial das empresas exportadoras do município.

Conforme os dados do Ministério da Economia, as vendas para o exterior somaram, de janeiro até outubro deste ano, a quantia de US$ 173 milhões. No mesmo período de 2018, o valor foi de US$ 152 milhões, ou seja, um crescimento de 13,88%, conforme os dados do órgão federal.

O principal parceiro comercial de Divinópolis é a República Dominicana. De acordo com os dados, 53% dos US$ 173 milhões exportados por Divinópolis foram destinados para o país caribenho.

O Peru, por sua vez, é o segundo território com maior volume de compras. Conforme os números disponíveis, o país vizinho é responsável por 18% da pauta das exportações.

Os produtos siderúrgicos são os principais itens vendidos para outros países. No primeiro lugar estão, representando 66% das exportações, as vendas de semimanufaturados de aço. Na segunda posição, aparecem as barras de ferro não ligado, com 15%. Outro produto negociado foi o ferro fundido, com 13%. 

Estado

Em Minas Gerais, as exportações apresentaram queda de 9,55% no mês passado em termos de valores. Os embarques a partir do Estado somaram US$ 2,03 bilhões em outubro de 2019, contra US$ 2,25 bilhões um ano antes.

Já no acumulado do ano, os negócios com exterior foram um pouco melhores e cresceram 4,11%, somando US$ 20,6 bilhões nos primeiros dez meses de 2019, e US$ 19,8 bilhões nos mesmos meses do ano passado. Em volume, foram 116,8 milhões de toneladas neste ano e 134,1 milhões de toneladas em 2018, uma queda de 12,9% entre os períodos.

O aumento nas exportações é creditado pelas maiores remessas de minério de ferro e café. Os dois produtos são os mais importantes para os embarques estaduais, com participação de 40% juntos.

As vendas de minério de ferro, por exemplo, em outubro somaram US$ 693 milhões, 1,76% maior que os US$ 681 milhões do décimo mês de 2018.

Comentários
×