Exportações caem drasticamente em setembro

 

  Pablo Santos 

 Após números favoráveis, as exportações registraram forte queda em setembro. Os negócios com o exterior assinalaram queda de 94% no mês passado no confronto com agosto. No entanto, os números no acumulado do ano é um dos melhores em 17 anos. 

Conforme os números da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), foram exportados no mês passado, somente US$ 1,3 milhão. O desempenho é 94% menor na comparação com agosto quando foram enviados para o exterior US$ 23,9 milhões.  No mesmo período de 2016, a cidade exportou US$ 7,9 milhões. 

O valor de setembro deste ano é um dos piores da história para um mês. Perdendo para novembro de 2011, quando a cidade exportou somente US$ 769 mil. 

Mesmo com um desempenho ruim de setembro, as exportações no ano seguem em alta. De acordo com a Secex, de janeiro a setembro foram enviados aos exterior US$ 132,1 milhões de produtos. Em 17 anos é o quinto melhor resultado para o ano. 

 Compradores 

O maior comprador dos produtos divinopolitanos é o Peru. O país vizinho comprou US$ 26 milhões de itens representando 3% a mais na comparação com o mesmo período. 

Já a Republicana Dominicana é o segundo maior parceiro comercial neste ano. O país caribenho comprou US$ 24,1 milhões e o valor 224% a mais na comparação com o mesmo período de 2016, de acordo com os dados da Secex. 

A Argentina foi o país que mais aumentou as compras neste ano. Os hermanos compraram 340% a mais em 2017 em relação ao exercício anterior. Os argentinos adquirirem US$ 16,9 milhões de itens. 

O Sri Lanka neste foi o quarto maior parceiro comercial de Divinópolis. De acordo com os dados, foram enviados para o país US$ 14,1 milhões em itens. 

  Produtos 

Os produtos semimanufaturados somaram US$ 80 milhões e o valor é US$ 278 milhões a mais na comparação com o período anterior. 

O ferro fundido bruto e ferro spiegel venderam US$ 21,6 milhões de janeiro a setembro. O desempenho é 396% maior em relação aos mesmos meses de 2016. 

As barras de ferro tiveram um desempenho semelhante e as vendas chegaram a US$ 21 milhões. 

  

 

Comentários
×