Estelionatário é preso ao tentar aplicar em Divinópolis golpe que praticou em Bom Despacho

Gisele Souto

A Polícia Militar (PM) foi chamada por meio de denúncia anônima por volta das 15h desta segunda-feira, 26, em um estabelecimento comercial na avenida JK, no Centro de Divinópolis. A funcionária do local informou ter recebido uma ligação de uma pessoa que se identificou como Luciana, que dizia ser funcionária de uma empresa em Bom Despacho, alegando que um senhor em data anterior teria comparecido lá e adquirido um produto. 

Desconfiada da possível cliente, localizou no sistema informatizado dados cadastrais de uma pessoa com aquela identidade, sendo feito contato com ela. Ela descobriu então que a pessoa que tinha efetuado a compra na empresa de Bom Despacho havia utilizado documento falso e tratava-se de outro nome.

Após confirmar as informações de Luciana, verificou que havia um pedido em nome de J. A. C. em sua loja e que o documento usado por esse para cadastro também era falso. Acionou a Polícia Militar (PM) para averiguar o caso. 

A comerciante havia entregado a Marcos Antônio da Silva os materiais descritos no campo próprio, que foram objetos da compra com o registro falso. No passado tinha efetuado uma venda no valor de R$ 2,4 mil, divida em quatro vezes, para os mesmos autores. 

Após consulta no sistema de segurança, foi verificado que Luiz Edivan de Souza, usando o nome de J. A. C., realmente fez uma compra com o mesmo registro falso em Bom Despacho.

Marco Antônio da Silva, de 48 anos, não prestou informações sobre o autor Luiz Edivan. Porém, foi preso por uso de documento falso e estelionato. 

Um carro usado por ele foi removido a um pátio, pois os materiais produtos do delito estavam dentro dele. Os materiais foram apreendidos e encaminhados à delegacia de Polícia Civil, junto como autor.

Comentários
×