Estado promete reajuste para servidores da segurança

Da Redação

Após protestos de servidores da segurança, o  Governo de Minas assumiu o compromisso de recompor as perdas inflacionárias apuradas entre setembro de 2019 e dezembro de 2022.

— A grave situação econômica, com restos a pagar de R$ 34,5 bilhões e um déficit orçamentário projetado para 2019 de R$ 15 bilhões, infelizmente torna inviável a fixação antecipada dos índices de reajuste a serem concedidos — informou o Estado.

A recomposição das perdas inflacionárias será feita de acordo com o seguinte cronograma, quando, a cada ano, serão anunciados os índices aplicáveis:
1) setembro de 2020; 2) setembro de 2021; 3) setembro de 2022; e 4) março de 2023.

* Com informações da Agência Minas.

Comentários
×