Estado paga segunda parcela de salários e professores encerram greve

Gisele Souto

Das cerca de 20 escolas que estavam paradas em Divinópolis em protesto ao não pagamento da  primeira parcela, sobretudo, dos inativos, restavam apenas oito no fim da tarde desta terça-feira, 26. Os dados são da Superintendência Regional de Educação (SRE), da qual apenas 14 dos 29 servidores ainda permaneciam parados até o mesmo horário de ontem. A previsão é de que as unidades de ensino voltem gradualmente às atividades e que isso ocorra ainda hoje. Possibilidade que foi debatida na assembleia dos educadores na praça do Santuário em Divinópolis, na tarde/noite de segunda-feira.

Volta

Em nota, o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (SindUte) disse que o Governo do Estado informou à entidade na segunda-feira, dia 25, o pagamento da primeira parcela do salário dos aposentados e a segunda parcela dos salários da educação para quem está na ativa e também para aposentados. Assim, conforme decisão do Congresso do SindUte de que a paralisação duraria até que os valores fossem quitados, as atividades voltam ao normal. Afirma que, considerando que as duas parcelas dos salários foram pagas, incluindo aposentados, o SindUte informa o retorno das atividades nas escolas estaduais, superintendências e órgão central da Secretaria de Educação nesta quarta-feira, dia 27.

Porém, ressalta que a categoria continuará a luta pelo direito de receber seu salário no quinto dia útil, sem exclusão de nenhum setor da categoria.

Prioridade

De acordo com a Secretaria de Estado de Fazenda, “apesar das dificuldades financeiras enfrentadas, o governo não tem medido esforços no sentido de priorizar que os depósitos dos salários dos servidores sejam feitos sempre assim que possível”.

Comentários
×