Estado entrega leitos de UTI

Da Redação

O Estado anunciou na última quinta-feira, 7, a liberação de mais 368 leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), da rede SUS, em hospitais de todas as regiões do estado.

O governador Romeu Zema (Novo) explicou que o aporte de unidades de saúde intensiva é fruto de um esforço conjunto, organizado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), junto aos municípios, com apoio e recursos da iniciativa privada e também municipais, estaduais e federais.

O chefe do Executivo mineiro explicou que a partir da apuração e identificação de possibilidades, a força-tarefa recuperou e disponibilizou leitos que vêm somar ao esforço do Estado em preparar a rede hospitalar para enfrentamento à pandemia da covid-19.

 — Apesar de estarmos com a pandemia bem controlada em Minas, é sempre bom se preparar para uma situação mais grave. Não sabemos o que pode acontecer. E eu não quero que falte leito para nenhum mineiro. É para isso que estamos trabalhando — afirmou Zema.  

Regiões

Os leitos recuperados estão nas seguintes macrorregiões de Saúde: Centro, Centro Sul, Leste do Sul, Noroeste, Norte, Oeste, Sudeste e Sul. 

— Essa ampliação já organiza bastante o fluxo de atendimento para a covid-19 neste momento, evitando que outros atendimentos em UTI deixem de ser realizados — avalia a superintendente de regulação da SES, Diana Martins Barbosa.

Com o acréscimo, a SES dispõe de 11.967 leitos clínicos e 2.381 leitos de UTI na rede pública. Ainda estão previstas novas ampliações nos próximos dias.

Em Divinópolis, a taxa de ocupação de UTIs, até o momento, não ultrapassou os 52%.

Como a ampliação inclui a região Oeste, o Agora questionou a Secretaria de Estado de Saúde se Divinópolis estava contemplada. A SES respondeu que no momento não dispõe do detalhamento solicitado e, tão logo tenha essa a definição, responderá ao questionamento. Disse ainda que atualmente, dispõe de 12.001 leitos clínicos e 2.381 leitos de UTI.

Comentários
×