Escritora e cronista Maria José Faria Botelho morre aos 97 anos

Sonia Terra

Morreu na terça-feira, 17, a escritora Maria José Faria Botelho, aos 97 anos. Ela se notabilizou pelos registros em crônicas sobre o cotidiano de Divinópolis. Colaborou com o Agora por mais de quatro décadas e deixou apenas um livro, "Aquele mundo de antes", lançado em 2012, com direito a apresentação da banda da Polícia Militar e coquetel em plena Avenida 1º de junho, na sede do jornal.

As 41 crônicas reunidas por Osvaldo André de Mello retratam o mundo sob a ótica poética e cheia de ternura, produzidas desde a década de 60. A última crônica, escrita de próprio punho foi publicada há cerca de um ano e era levada pela escritora até a redação.

Comentários
×