Escola busca suprir carência educacional em Divinópolis

Projeto voluntário é conduzido pelo Grupo Espírito Irmão José Grosso

Da Redação

Uma escola de ensino infantil para atender até 100 crianças da região Nordeste de Divinópolis. Essa é a proposta do Grupo Espírito Irmão José Grosso. O Centro de Educação Infantil Irmão Glacus visa atender a comunidade carente da região, devido à carência de assistência social e do poder público para os mais vulneráveis economicamente.

Atualmente, o Grupo atende mais de 200 famílias por mês, por meio da assistência social, com oferecimento de cestas básicas, roupas, refeições, atendimentos médicos, odontológicos, psicológicos, evangelização e cursos profissionalizantes de eletricista residencial, informática e idiomas. “Sendo todos os trabalhadores realizados majoritariamente por voluntários que doam parte de seus tempo, trabalhando com ideal, disciplina, amor e boa vontade”, explica a entidade sem fins lucrativos.

Proposta

Para elaborar o projeto, a organização elaborou um estudo de viabilidade.

— Para se ter uma visão da imensidão do problema, em todo município de Divinópolis existem somente 22 creches públicas, conhecidas como Centros Municipais de Educação Individual (CMEIs) e que atendem somente crianças com idade de 3 a 5 anos. Para toda a região Nordeste, existem somente dois CMEIs, os quais evidentemente não conseguem atender a necessidade da população — detalhou a entidade.

Segundo o grupo, trata-se de uma região “densamente povoada”, ocupada por mais de 80 mil habitantes, “quase 40% da população de Divinópolis, segundo maior colégio eleitoral da cidade”. O grupo sofre ainda com a falta de políticas públicas.

— A maior parte da sua população é composta por pessoas de baixa renda ou assalariados. Possui uma grande carência de serviços públicos essenciais, como saneamento básico, pavimentação, transporte público, assistência à saúde e educação. Sendo um dos problemas mais urgentes a falta de creches para que os pais ou responsáveis possam deixar as crianças para trabalhar — justifica.

Ciente do problema, o Grupo Espírito Irmão José Grosso conseguiu, por meio de doação da Prefeitura, um terreno de 493 m² na rua Ubá, sem número, na esquina com a rua Itaguara, para a construção do Centro de Educação Infantil Irmão Glacus. A intenção é atender toda a região Nordeste da cidade, composta por 20 bairros: Niterói, São João de Deus, São Luiz, Itaí, Espírito Santo, Halim Souki, Universitário, Manoel Valinhas, Danilo Passos, Vila Romana, Jardim das Mansões, Del Rey, Primavera, Vila Rica, São Geraldo, Do Carmo, Da Luz, Dr. José Tomaz, São Lucas e Centro Industrial Jovelino Rabelo.

— O projeto de construção do Centro de Educação Infantil Irmão Glacus é um compromisso definido coletivamente. Por isso, como projeto de uma nova escola é, também, um projeto social por estar intimamente articulado ao compromisso ético-humanitário e com interesses reais e coletivos da população — destacou.
O intuito é oferecer uma educação “democrática de qualidade, rompendo as barreiras historicamente construídas e as limitações existentes para o exercício da cidadania”.

Futuro

Na futura escola, o objetivo é “reconhecer às crianças como sujeitos capazes de aprender os diferentes conhecimentos acumulados pela humanidade”, criando, e não apenas replicando o que outras “gerações já fizeram”. Assim, o grupo espera auxiliar o desenvolvimento de alunos "conscientes, críticos e autônomos”.
Para isso, foram elaborados projetos que, por exemplo, abordam a inclusão de alunos especiais, consciência negra, meio-ambiente, ciência, sustentabilidade, matemática, linguagem corporal e linguagem digital.

Estão previstas cinco turmas:

Maternal I - 10 vagas para crianças entre 4 meses até 1 ano

Maternal II - 20 vagas para crianças entre 1 ano até 2 anos

Creche I - 20 vagas para crianças entre 2 anos até 3 anos

Creche II - 25 vagas para crianças entre 3 anos até 4 anos

Creche III - 25 vagas para crianças entre 4 anos até 5 anos

O funcionamento será de 7h às 17h.

Ajuda

As doações para a construção do Centro de Educação Infantil Irmão Glacus poderão ser realizadas para:

Grupo Espírita Irmão José Grosso

CNPJ: 64.487.150/0001-54

Banco: 756 - BANCOOB

Agência 0001

Poupança: 60.224.847-7

Conheça mais sobre o projeto: https://youtu.be/DrO2LhACtqU

História

O Grupo Espírita Irmão José Grosso nasceu na rua Uberlândia, 271, no bairro Espírito Santo, em 5 de outubro de 1991, com o apoio de amigos que compartilham do ideal espírita. Iniciaram com um grupo de estudos das obras espíritas de Allan Kardec e um projeto social que atendia 50 famílias carentes com doações de cestas básicas, roupas e material escolar para crianças.

No início, após levantamento minucioso na região, observou-se que 70 crianças, entre recém-nascidos e jovens de 14 anos, na época, não tinham assistência social e de saúde necessária, em situação de desamparo social. Para suprir essa carência, os voluntários, através de doações, passarão a oferecer atendimento médico, odontológico e refeições na cozinha de sua sede, cumprindo a missão do grupo.

— O Grupo Espírita Irmão José Grosso surgiu assim, em atendimento às necessidades da comunidade local no sentido de evangelizar, educar e ajudar as famílias carentes e promover oportunidades para a melhoria da qualidade de vida — informou.

A entidade, desde então, tem se consolidado por uma administração política, filantrópica, sem fins lucrativos e de utilidade pública.
Com a escola, um novo passo na história, que visa “atender a demanda urgente da sociedade e das famílias de um local seguro para o cuidado das crianças”.

Comentários
×