Erros nas legendas dos filmes e séries continuam tão graves como antes

Colaboração:  José Carlos Nery

Nem uma, nem duas... Várias vezes aqui e em outros tantos lugares o problema nas legendas dos filmes, séries e derivados, que mesmo observando ligeira melhora ao que já foi, continua distante de chegar ao ideal.

Faça você mesmo a experiência. Tente, ao mesmo tempo, acompanhar o som original ou a tradução colocada na legenda.

São enormes, várias vezes incompreensíveis, as diferenças entre o que é falado e o escrito.

“La Casa de Papel”, por ser um enorme sucesso, pode servir como exemplo. Em determinados momentos, as alterações ao original ultrapassam todos os limites do tolerável.

Ou esse trabalho é feito de qualquer jeito ou quem o executa também se dá ao direito de trocar as expressões que bem entende e evitar outras, como palavrões com os quais não concorda.

E ressalve-se aqui, sem que uma coisa nada tenha a ver com a outra, a qualidade da dublagem aqui no Brasil. É sempre justo repetir, uma das melhores do mundo.

TV Tudo

Mais cedo

Considerado um dos trabalhos mais corretos deste 2019, “Segunda Chamada” terá a exibição da sua nova temporada antecipada na Globo.

Em vez do segundo semestre, como foi agora, a próxima irá ao ar em abril.

 

Acelerado

 

Carlinhos Brown, Cláudia Leitte e a dupla Simone e Simaria seguem como técnicos do “The Voice Kids”, já em gravações e com estreia em 5 de janeiro, na Globo.

Cada time terá 24 candidatos ao final da primeira fase. Participantes com idade entre 9 e 14 anos. Apresentação de André Marques.

Resistência

O “Conversa com Bial” não teve em 2019 um ano dos mais auspiciosos.

É um programa que, mesmo recebendo convidados muitos bons, ainda não tem merecida repercussão. O Jô, que também lutava contra a questão do horário, sempre causava um pouquinho mais. 

Ainda não

Voltar com as transmissões da série B do Campeonato Brasileiro é uma das pretensões da Band para este próximo ano.

O assunto já chegou a ser discutido, a possibilidade existe, mas nada foi fechado até agora. Aliás, existe até um certo medo em se falar no assunto.

Novo caminho

Para este próximo ano, entre as suas prioridades, a dramaturgia da Globo irá iniciar a realização de séries documentais, valendo-se de parcerias com várias produtoras.

Já existem alguns projetos aprovados e outros em desenvolvimento para exibição no Globoplay.

Por exemplo

O último show do projeto “Tardezinha”, do cantor Thiaguinho, realizado domingo, no Maracanã, foi a ocasião escolhida para dar o start nesta nova série de trabalhos.

Parceria com a Som Livre, em quatro episódios.

Bate – Rebate

 

  • “Fim”, livro de Fernanda Torres, será transformado em série na Globo...

 

  • ... Os trabalhos de produção devem ter início ainda em janeiro.

 

  • A sinopse e o primeiro bloco de capítulos de “A Morte Pode Esperar”, do autor Mauro Wilson, foram aprovados pela dramaturgia da Globo...

 

  • ... Trabalho já incluído na fila das 19h. Vai substituir “Salve-se Quem Puder”...

 

  • ... Mas com a certeza, desde já, que o título será outro...

 

  • ... Mateus Solano é um dos nomes cotados para este elenco.

 

  • O autor Gustavo Reiz, depois de muito tempo de Record e agora na Globo, só deverá apresentar o seu primeiro trabalho em 2021...

 

  • ... Na frente dele, na fila das 19h, além do Daniel Ortiz que agora vai estrear “Salve-se Quem Puder”, ainda estão as novelas da Mauro Wilson e Claudia Souto.

 

  • Aos 45 do segundo tempo, Flávia Monteiro também entrou para o elenco de “Gênesis”, na Record.

C´est fini

Já há algum tempo no ar, a vinheta de Natal do SBT, que celebra a inclusão, é uma das mais elogiadas. E digna deste reconhecimento.

Historicamente, a sua Criação Visual sempre contou com um pessoal da maior competência.

 

 

 

Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

Comentários
×