Equipe do governo estadual faz visita técnica para abertura de novos leitos em Divinópolis e região

Da Redação

A equipe técnica da Secretaria de Estado de Saúde visitou, na manhã desta sexta-feira, 19, o Hospital Público Regional de Divinópolis. Estiveram presentes o chefe do gabinete, João Pinho, além do superintendente regional de saúde, Júlio Barata; os deputados Domingos Sávio (PSDB) e Cleitinho Azevedo (CDN), juntamente do prefeito Gleidson Azevedo (PSC) e sua vice, Janete Aparecida (PSC), o secretário de saúde, Alan Rodrigo, e representantes das forças armadas.

A visita teve o objetivo de verificar a estrutura do Hospital Público Regional para cogitar uma possível ampliação do número de leitos no combate à pandemia. O Complexo de Saúde São João de Deus (CSSJD) e o hospital de campanha, localizado na UPA Padre Roberto, também foram visitados.

Falas

O deputado Domingos Sávio (PSDB) comentou a visita.

— Nós demonstramos à equipe o quão estão adiantadas as obras do hospital, o quanto ele é um hospital pensando e planejado dentro do que há de mais moderno e tecnológico para a rede hospitalar e como a abertura dos leitos nesta estrutura será proveitosa para profissionais da saúde e pacientes — explicou.

O chefe do gabinete da secretaria de Estado de Saúde, João Pinho, garantiu que o hospital de campanha receberá novos leitos.

— Vamos utilizar o Hospital Regional, que está com um adiantado de obras visível, iremos fazer a extensão de leitos do hospital de campanha aqui, já que uma grande parte dele está viável de ser utilizada para este fim — afirmou.

30 dias

O secretário de saúde de Divinópolis, Alan Rodrigo, disse que a instalação dos leitos deverá ocorrer em até 30 dias.

— Estamos em negociação com o governo de Minas com relação ao custeio e um recurso fixo para iniciar a obra. Na segunda-feira, já queremos dar o primeiro passo e em 30 dias estar com uma melhor estrutura assistencial, com a abertura de 40 leitos de enfermaria e 20 de CTI para atendimento às pessoas com covid-19, pois o momento é crítico. Hoje, por exemplo, estamos com 22 pacientes aguardando leitos de covid-19 aguardando assistência, entubados, à beira da morte — revelou.


Comentários
×