Entidades firmam parceria com Medicina Legal da UFSJ

Anna Lúcia Silva

Acordo de parceria entre instituições de segurança pública e a Liga Acadêmica de Medicina Legal (Lamel) da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), cujo objetivo é monitorar e estudar dados sobre a violência no município, foi firmado na última terça-feira.  

O evento contou com a participação da Polícia Civil, representada pelo delegado regional Leonardo Pio, o Ministério Público (MP), representado pelo promotor da Vara da Infância e Juventude, Casé Fortes, dentre outras autoridades municipais que se relacionam à temática.

Segundo a professora adjunta do curso de medicina da UFSJ e médica legista, Andressa Zanuncio, a Liga de Medicina Legal foi criada para o estudo da medicina legal associada a ações na comunidade. Nesse sentido, ela explica que os alunos vão estudar o conteúdo da disciplina e, paralelo a isso, serão feitas várias ações por meio da parceria, principalmente em relação à violência contra mulher, e contra a criança.

— Nosso objetivo é criar projetos de extensão e pesquisa na área de medicina legal, auxiliando a sociedade e órgãos como a Polícia Civil, MP e promotorias a solucionar problemas em relação a essas violências — explicou.

De acordo com o presidente da Lamel, o estudante do curso de medicina Patrick Alexandre, a expectativa quanto ao projeto é que ele capacite ainda mais os acadêmicos do curso.

— Antes mesmo dessa reunião já estávamos bastante confiantes pelas parcerias já firmadas. Mas depois deste encontro estamos mais esperançosos e tranquilos, vamos contar com apoio da Secretaria de Saúde, Ministério Público, dentre outros órgãos. Assim como a medicina da família, a medicina legal é uma área de atuação do médico generalista, então cabe às universidades propiciar um campo prático e ações que capacitem os acadêmicos do curso – disse.

 

 

Lamel

A Liga Acadêmica de Medicina Legal é uma entidade estudantil, apolítica, laica e sem fins lucrativos vinculada ao curso de medicina da UFSJ-CCO e traz consigo oito alunos do 3º ao 8º períodos do curso, interessados em medicina legal e deontologia médica sob coordenação da professora adjunta e médica legista da Polícia Civil Andressa Zanuncio.

Violência

A Lamel trabalhará na gestão 2019 as questões voltadas para violência contra a mulher, violência contra a criança e adolescente, bem como declarações de óbito e laudos médico legais, epidemiologia da morte em Divinópolis, mapa da violência em Divinópolis, suicídio infantil, dentre outros projetos, como cursos, congressos, simpósios, aulas e palestras com temas relevantes encontrados na prática da Lamel. Além disso,  trabalhará ainda a capacitação tanto dos acadêmicos quanto dos demais profissionais envolvidos no projeto objetivando a clareza, criatividade e atualização a fim da excelência que exige os serviços forenses e criminais. 

A Liga Acadêmica pretende também auxiliar a Polícia Civil, bem como as demais esferas públicas envolvidas no projeto e que comunicam com a população local, por meio de eventos, palestras, produção de conhecimento literário, artigos e matérias de internet, objetivando uma integração entre população e PC, e reforçar para a comunidade o papel de zelo pela segurança pública e civil, executadas pela Polícia Civil e demais órgãos públicos relacionados à medicina legal.

 

 

 

Comentários
×