Enderson Moreira e Luís Fernando Flores acertam com o Cruzeiro

José Carlos de Oliveira

A diretoria do Cruzeiro acertou na manhã de ontem a contratação do técnico Enderson Moreira, para comandar o time estrelado até o fim do ano. Com o novo treinador, de 48 anos, chegam à Toca da Raposa também o auxiliar Luís Fernando Flores, o preparador físico Edy Carlos, e o preparador de goleiros Aílton Serafim.

Enderson Moreira acumula passagens em diversos clubes pelo Brasil, tendo o Ceará como a última equipe que dirigiu. O técnico soma em seu currículo títulos dos campeonatos Brasileiro Série B, Baiano, Goiano, Paulista e Gaúcho.

Velhos conhecidos

Tanto o treinador Enderson Moreira quanto seu auxiliar Luís Fernando Flores são velhos conhecidos da torcida celeste. O técnico foi comandante do time de juniores na conquista da Copa São Paulo em 2007, enquanto Luís Fernando Flores foi jogador da Raposa na década de 90.

O novo treinador relembrou a sua passagem pela base cruzeirense e falou sobre como será o trabalho nesta temporada.

— Satisfação enorme de voltar ao clube que me deu a oportunidade de mudar de patamar. Estou voltando para um lugar em que tenho muito carinho e respeito. Sei que é um momento complicado para o clube, mas acredito que eu posso contribuir para que a equipe possa dar uma resposta positiva dentro de campo. Nosso objetivo é ter um time bem organizado e que sabe o que quer — declarou.

Parceria

A chegada de Enderson Moreira ao clube celeste reeditará uma parceria de muito sucesso entre o treinador e Ricardo Drubscky, o novo diretor de Futebol da Raposa. Os dois trabalharam juntos no Cruzeiro na campanha que culminou com o título estrelado na Copa São Paulo de Futebol Júnior, em 2007. Outra união da dupla que rendeu muitos frutos e destacou a sinergia dos profissionais foi na conquista do Campeonato Brasileiro Série B, pelo América, no ano de 2017.

Reunião

Na manhã de ontem, o diretor de futebol, Ricardo Drubscky, e o médico do Cruzeiro se reuniram com o elenco estrelado no centro de treinamentos, antes de liberar todo o grupo para seguir para suas casas.

O médico Sérgio Campolina explicou aos atletas os cuidados que devem ter neste período e reforçou as medidas que eles precisam adotar no momento em que ficarão em suas residências, com os familiares, para minimizar os problemas que podem ser causados pelo Covid-19.

A preparação física celeste ainda passou aos jogadores uma lista de exercícios para eles realizarem no período em que estarão ausentes da Toca da Raposa II. Após as conversas, elenco e comissão técnica foram liberados para ficar em quarentena em suas casas por tempo indeterminado.

 

Coment√°rios
×