Empresário mineiro demonstra confiança em dezembro

Pablo Santos

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) cresceu em dezembro. Estudos econômicos da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) apontam que o indicador saiu de 62,6 em novembro para 64,6 em dezembro, se mantendo acima de 50 pontos pelo 15° mês. A pesquisa Índice de Confiança do Empresário Industrial recolheu amostras de 82 grandes empresas, 77 médias e 73 pequenas, sendo que o período de coleta foi de 2 a 11 de dezembro de 2019.

Quando comparado com o resultado de dezembro de 2018, o índice ficou 0,9 ponto acima e alcançou o maior valor desde junho de 2010, quando chegou a 65,7 pontos.

Conforme a Fiemg, as causas apontadas para esse crescimento são: a aprovação da reforma da Previdência, a queda da taxa básica de juros, a recuperação gradual do mercado de trabalho, a inflação sob controle e o avanço de crédito.

— Esses fatores ajudaram a melhorar o ambiente macroeconômico e, portanto, contribuíram para a retomada da confiança dos industriais — destacou a analista de Estudos Econômicos da Fiemg, Daniela Muniz.

Conforme a Fiemg, o Icei nacional também aumentou pela segunda vez consecutiva, com elevação de 1,8 ponto na passagem de novembro (62,5 pontos) para dezembro (64,3 pontos).

O índice

O Icei resulta da ponderação dos índices de condições atuais e de expectativas, que variam de 0 a 100 pontos.

— Valores acima de 50 pontos indicam percepção de situação atual melhor e expectativa positiva para os próximos seis meses — apontou Muniz.

 

Comentários
×