Emprego no 1º trimestre em Divinópolis já supera todo o saldo de 2017

 

Jorge Guimarães

Divinópolis registrou saldo positivo na geração de emprego em março. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) apontam 2.429 admissões contra 1.974 desligamentos, um saldo positivo de 455.

O resultado é quatro vezes superior ao mesmo mês do ano passado, que somou 106. A evolução das vagas com carteira assinada também o primeiro trimestre de 2018 teve 6858 admissões e 6005 demissões, registrando 853 vagas, contra os 199 de igual período de 2017.  

Setores

Em março, os segmentos que lideraram a criação de vagas de emprego foram os serviços, com 166, e indústria de transformação, com 153.

Já o comércio vem logo a seguir com 140 vagas no mês, mas, no trimestre, o segmento acumula saldo negativo de 40 vagas.

Um dos setores importantes do mercado de trabalho, a construção civil, esteve praticamente estável, com 194 admissões e 196 demissões.

Negativos

O setor da agropecuária não foi bem no trimestre e ficou negativo em oito vagas, com 34 admissões e 42 demissões. Outro que não apresentou números positivos foi o de extrativa mineral, que ficou negativo em duas vagas.

Oportunidades

Ontem, o número de vagas no Sine/Uai em Divinópolis era de 99. Destaques para vagas de cobrador de coletivo (10), motorista de ônibus urbano (15) e operador de caixa (15). Mas há vagas para os mais diversos profissionais, como açougueiro, padeiro, operador de telemarketing, entre outros.

Brasil

Assim como em Divinópolis, os números também cresceram no Brasil. Foram 56.151 vagas criadas, melhor saldo para o mês de março em cinco anos.

 

Comentários
×